Raízes Culturais ampliará rota turística no Brejo da Paraíba

Paraíba
Anúncios

A região turística do Brejo da Paraíba terá o reforço de oito municípios. No dia 28 de agosto, durante a abertura da Rota Cultural Caminhos do Frio, em Alagoa Grande, será lançado o projeto Raízes Culturais, que colocará na vitrine a cultura, a gastronomia, o artesanato e o povo de Borborema, Alagoinha, Belém, Dona Inês, Serra da Raiz, Pilõezinhos, Lagoa de Dentro e Duas Estradas.
O projeto está sendo formato pelos prefeitos no Fórum Turístico do Brejo e busca ampliar a diversidade das atividades relacionadas ao turismo e, consequentemente, a permanência dos turistas na região. “O projeto visa fazer um resgate da cultura desses municípios, criando também a oportunidade de geração de emprego e renda, usando o mesmo formato da Rota Cultural”, disse o presidente do Fórum, Sergerson Silvestre.
Sergerson afirmou que na segunda semana de setembro o Raízes Culturais deverá estar sendo lançado oficialmente em João Pessoa, no auditório da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo). Será divulgado o calendário com as atividades turísticas e culturais, que acontecerão nos finais de semana dos meses de outubro e novembro. A cantora Renata Arruda está em vias de ser anunciada como uma das principais atrações.
Para o presidente do Fórum, apesar do projeto ter a mesma essência do Caminhos do Frio, o Raízes Culturais fará um “passeio histórico pela gastronomia, artesanato, literatura”, ampliando a oferta turística para 17 municípios do Brejo.
Sergerson disse que virá a João Pessoa para uma reunião com o secretário de Cultura, Lau Siqueira, e com o de Comunicação, Luiz Torres, para costurar parcerias. Ele disse que os prefeitos não têm recursos para bancar o projeto sozinhos e que a Rota Cultural só é desenvolvida por meio de parcerias com o Governo do estado, Sebrae, Fecomércio, Sesc. Na Rota, cada prefeitura investe até R$ 70 mil.
Sobre esse novo projeto, o presidente do Fórum disse que irá criar um laço ainda maior entre os prefeitos, como ocorre com o Caminhos do Frio. Nele, segundo afirmou, não existe cor partidária. “Há unidade das cidades independente de partidos, as administrações se ajudam, como ocorreu no São João, quando Bananeiras, Solânea e Borborema criaram um roteiro único, economizando na divulgação e ampliando o número de turistas”.
Fábio Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.