Parceria entre Setur e IFPB leva programa de qualificação para o Turismo de Cabedelo

Paraíba
Anúncios

Otimizar o atendimento à clientela dos serviços turísticos que atuam em Cabedelo, através da qualificação de seus operadores. Este é o principal objetivo do Programa de Qualificação dos Serviços Turísticos da Cidade de Cabedelo, promovido pela Secretaria de Turismo (Setur) em parceria com o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) – Campus Avançado/Cabedelo, que teve início nesta segunda-feira (20).
O curso é destinado, prioritariamente, aos funcionários que mantêm contato mais diretamente com o cliente – garçons, recepcionistas, operadores de caixa – e visa, num primeiro momento, capacitá-los para o período de verão que se aproxima e, assim, alcançar a excelência nos serviços de atendimento ao turista e ao visitante local. As aulas acontecem no IFPB, no Centro, com duas turmas: uma pela manhã, das 8h às 12h, e outra à noite, das 18h30 às 21h30.
“Fomos procurados pela Setur para qualificar o setor de turismo, principalmente na questão do atendimento aos turistas. Portanto, estamos ofertando o curso de hospitalidade e qualidade no atendimento voltado para os setores de bares e restaurantes e para os profissionais que atuam nos catamarãs, já que nos aproximamos do período do verão. A intenção é que possamos fazer com que essas pessoas façam uma reflexão da sua atuação profissional e que possam melhorar ainda mais o serviço que é ofertado àqueles que vêm visitar a cidade”, revelou a professora Andreza Paiva, responsável pelo primeiro módulo do curso.
De acordo com Andreza, o programa é baseado em cinco encontros, ministrados por uma equipe multidisciplinar formada por especialistas em turismo, administração, psicologia e educação física. As temáticas discutidas envolvem questões como qualidade no atendimento e hospitalidade, conceitos gerais sobre produto turístico, relações de trabalho e trabalho em equipe. São 20 horas/aula e os participantes têm direito a certificado emitido pelo IFPB.
“O conceito de hospitalidade é muito explorado dentro das estratégias de venda do destino turístico e está muito atrelado às pessoas, ao bem receber. Não basta ter apenas uma boa comida, um bom produto, também é preciso atrelar isso a um bom serviço. Esse serviço parte, necessariamente, das pessoas, da forma como se recebe o turista, como o acolhe, como se atende à demanda dele e tudo isso é importante para fazer com que eles voltem ou indiquem o destino para outras pessoas”, destacou Andreza.
As turmas já iniciadas, formadas, por profissionais de bares e restaurantes, além de alguns proprietários, contam com cerca de 30 alunos e a expectativa é que, após a conclusão da terceira turma, com o pessoal dos catamarãs, cerca de 60 alunos sejam efetivamente certificados pelo Instituto Federal.
Secom Cabedelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.