Cidade que ensinou o Brasil a dançar forró mantém tradição dos festejos juninos

Uma festa interiorana, que tem uma base cultural e rural, ligada às tradições do mês de junho, chegou em Santa Luzia em 1942 e desde então muitas gerações já passaram a Festa de São João por lá e ainda hoje sentem saudade e vontade de reviver essa tradição.
A atividade turística no município de Santa Luzia – Paraíba é um fator de desenvolvimento local e regional. São João de Santa Luzia se caracteriza como a maior celebração realizada no calendário municipal de festas populares.
Considerada “a cidade que ensinou o Brasil a dançar forró”, Santa Luzia, a cada ano, valoriza a sua cultura e reconhece os talentos locais, dos trios de forró Pé de Serra, e as danças, a exemplo do coco de roda, do xote, do baião, do camaleão, da rancheira e das quadrilhas improvisadas, onde você é quem faz o show!
Segundo o Maestro Chiquito, Santa Luzia tem cerca de 30 sanfoneiros da comunidade quilombola Serra do Talhado, que ainda em 2018, serão beneficiados com a criação da Orquestra Sanfônica de Santa Luzia, através do projeto de economia criativa do SEBRAE .
No período de festas juninas a população flutuante representa algo em torno de 80% da população local. A hospedagem mais comum é na casa de amigos ou aluguel de casas residenciais, gerando um bom fluxo turístico para a cidade, e contribuindo para a movimentação da economia. Quem vai uma vez não quer mais deixar de ir, pois o evento se caracteriza como a Festa Junina das Famílias e dos Amigos das Famílias de Santa Luzia.
O São João de Santa Luzia está por toda parte, seja nas praças públicas, nos arraiais das famílias ou nas propriedades rurais do município. O mais bacana é que as famílias se preparam para  receber seus familiares e amigos e tudo isso é motivo de muita alegria e integração, transformando a cidade em um grande arraial, em uma brincadeira junina que atende a todas a idades e a todos os gostos.
São João de Santa Luzia é também o São João das Famílias e dos Amigos das Famílias de Santa Luzia, que acontece há 11 anos na Praça da Igreja Matriz e que deu origem a SANTURA – Associação de Turismo e Cultura de Santa Luzia. Acontecerá no período de 22 a 24 de junho, das 17h às 23h, trazendo a seguinte programação: Museu Junino, Barracas de Artesanato e Comidas Típicas, Quadrilhas Juninas, Cortejo Junino de Carroças, Trios  Pé de Serra, Concurso do Casal de Noivos mais Criativos, Desfile de Moda DICHITA, Café da Tarde nas calçadas, Casamento Matuto, Coco de Roda, Concurso do Arraial das Famílias:  o mais animado e o mais bem decorado, Café da Manhã na Praça e Quadrilha Junina, organizado pelas famílias.
O São João da Barra é um forró no meio rural, organizado por Beranger Araújo, para receber seus familiares e amigos, com Trios Pé de Serra e muita animação. Em 2018, acontecerá no dia 16 de junho à noite.
O Forró da Dona Biu vai acontecer no sábado, dia 23 de junho, a partir das 13 horas, reunindo familiares e amigos da Família Abel Coelho. Lá podemos vivenciar o casamento matuto, a quadrilha junina, os emboladores de coco e muito forró pé de serra.
O São João do Sítio Maracajá é organizado pela Família de Edi Medeiros, amigos e alunos de Telésforo Medeiros, universitários de Natal – RN. Na programação um almoço como muito forró, quadrilha, animação e encontro de gerações.
E o Forró de Bigode? Será no sábado, dia 23 de junho, das 17h às 20h, finalizando com uma quadrilha bem animada. Quem organiza o Forró de Bigode é o Dr. Aurimar Ferreira, na sua residência, para receber familiares e amigos.
Outro São João Tradição acontece no Sítio Cacimba da Velha, município de Santa Luzia. Será no sábado, dia 23 de junho, das 12h às 19h. Quem organiza é a Família Marinho que recebe muito bem, seus amigos e familiares.
O “Forró do Cancão” também já ocorre há mais de uma década, no Arraial de Sebastião Martins. Como todos os demais, começou com um grupo familiar e aos poucos foi incorporando vizinhos e amigos, além dos turistas ligados aos familiares.
Seguindo a tradição ainda temos o Forró da Biza, que reúne a família de Maria Lucena, o Forró de Zé Biscoito, organizado por Luiza Medeiros, o São João “Cozinha de Mazé”, o Arraial de Creuza Duda, a Quadrilha dos Vaqueiros, o Arraial da Máquina, organizado por Titi Tomaz, além de outros que estão sendo mapeados para que tenhamos a visão ampliada do que chamamos “São João de Santa Luzia”.
Culminando com essa brincadeira tradicional, temos a Festa de São João na Praça Alcindo Leite, organizada pela Prefeitura Municipal, onde a partir das 21 horas, todos vão dançar forró até amanhecer o dia.
Todas essas tradições de quadrilhas, forró pé de serra, comidas de milho, roupas de chita e seus adereços, decoração junina nas residências e nas praças, ainda estão presentes em Santa Luzia. Trata-se de um movimento legítimo da comunidade, para a preservação dos seus valores, da sua cultura autêntica e da integração das famílias e dos amigos das famílias de Santa Luzia.
Junte-se a nós!!!
Santa Luzia quer receber você, novamente!
Regina Lúcia de Medeiros Amorim 
Mestre em Visão Territorial e Sustentável do Desenvolvimento,
Pós-graduada em Gestão e Marketing do Turismo,
Gestora de Turismo do SEBRAE – Paraíba