ABIH da Paraíba quer mais verba para o Turismo

O diretor de Marketing da ABIH-PB (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira, seccional Paraíba), Gustavo Paulo Neto, disse nesta quarta-feira (29) que o setor irá entregar aos candidatos a governador do Estado um documento com uma série de reivindicações da categoria. O documento foi elaborado em discussões com representantes do setor ligado ao Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP).
De acordo com Gustavo Paulo Neto, uma das maiores preocupações do setor hoteleiro paraibano diz respeito às ações de divulgação do Destino Paraíba. O setor pretende reivindicar que o futuro governador garanta orçamento para as secretarias que trabalham diretamente no processo de gestão das atividades turísticas, para que possam ter verba para programar ações de marketing permanentemente.
Gustavo Paulo Neto citou as ações promovidas pelo Governo de Pernambuco em São Paulo, onde realizou uma série de intervenções em uma estação do Metrô e dentro de algumas composições. Segundo o empresário, as imagens viralizaram nas redes sociais, com milhões de pessoas em todo o Brasil e no exterior reproduzindo imagens e fotos da ação. Na oportunidade, foram divulgados roteiros pelo São João de Caruaru e o Carnaval de Olinda.
O diretor de Marketing disse que entende as dificuldades financeiras do poder público, inclusive, reconhece o esforço que a PBTur (Empresa Paraibana de Turismo) tem feito para investir em capacitação e treinamento de agentes de viagens, além de promover em parceria com o setor privado famtours e fampress. Mas é pouco, na opinião dele.
A crise econômica, agravada após a paralisação dos caminhoneiros, está tendo um efeito bastante negativo na contabilidade da rede hoteleira paraibana. De acordo com Gustavo Paulo Neto, houve aumento real de todos os insumos utilizados na administração dos hotéis e que não foi repassado para o valor das diárias, que continuam congeladas.
Na ponta do lápis, houve aumentos recentes de energia, água, salário de funcionários e dos alimentos. “Não fizemos repasses desses aumentos nas diárias, pois, caso isso fosse feito, certamente estaríamos amargando uma situação ainda pior”, apontou o empresário.
Dados da ABIH-PB apontam que tem havido queda nos índices de ocupação na rede hoteleira mês a mês em 2018, em relação ao mesmo período do ano passado. Nem mesmo os feriados, que amenizavam o período de baixa estação, estão animando os hoteleiros. A média de ocupação hoteleira nos feriados tem sido abaixo da registrada no ano passado.
O diretor de Marketing disse que entre as outras reivindicações que serão apresentadas aos candidatos ao Governo estão a melhoria da infraestrutura, segurança, ação mais concreta para resolver o problema da Barreira do Cabo Branco e despoluição do mar, e até mesmo uma intervenção junto à Infraero para melhoria das condições de atendimento e serviços do Aeroporto Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa.
Gustavo Paulo Neto foi entrevistado nesta quarta-feira pelo jornalista Hermes de Luna durante o programa CORREIO DEBATE, veiculado no Sistema Correio, afiliado à TV Record na Paraíba.

Assessoria de Imprensa