Pista de taxiamento de aeronaves de Jacarepaguá receberá recapeamento

Aviação

O Aeroporto de Jacarepaguá/Roberto Marinho, no Rio de Janeiro (RJ), passará por obras de recapeamento de trechos da pista de taxiamento de aeronaves A. Os serviços terão início na próxima segunda-feira (19), com previsão de término em 30 dias, e irão completar a recuperação da faixa, que já teve suas extremidades recapeadas. Os trabalhos ocorrerão de segunda a domingo, das 22h às 6h. Todo o cronograma será apresentado aos operadores de aeronaves, pela administração do terminal, para minimizar impactos nas operações.

O superintendente do aeroporto, Luiz Antonio Rodrigues Eneas, informa que o investimento será de R$ 971,4 mil e que, além do recapeamento, dois pontos em posições de estacionamento de aeronaves serão recuperados. Ele explica que as obras garantem a manutenção dos níveis de segurança do terminal. “A taxiway é a ligação entre a pista de pousos e decolagens e o pátio de estacionamento de aeronaves, onde a demanda é bastante volumosa”, destacou Luiz Antonio.

Localizado no coração da Barra da Tijuca, o Aeroporto de Jacarepaguá atende à aviação geral, sendo que 85% do processamento dos passageiros são de operações offshore, com voos realizados em direção às plataformas marítimas de exploração de petróleo. Somado a isso, o terminal opera voos de empresas de táxi aéreo, escolas de aviação, aerorreportagem, transporte aeromédico, voos panorâmicos, propaganda aérea e voos de segurança pública.

Em 2017, o aeroporto recebeu 214.322 passageiros, entre embarques e desembarques. E, até setembro de 2018, esse número foi de 147.318, média diária de 545 pessoas. A área do sítio aeroportuário tem aproximadamente 1,2 milhão de m², onde estão instalados 43 hangares. Já o terminal de passageiros tem 225,84 m², e a pista de pousos e decolagens conta com 900 metros de comprimento por 30 metros de largura.

Assessoria de Imprensa Infraero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.