Governo da Paraíba investirá R$ 283 milhões em obras para o Turismo

Paraíba

A Paraíba tem chance de receber o maior volume de recursos destinados ao turismo entre todos os estados brasileiros, com um aporte de R$ 283 milhões. O montante foi solicitado ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e será avaliado graças à concessão pelo ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, do selo Prodetur + Turismo, recebido nesta semana pelo governador eleito João Azevedo. Os recursos serão destinados a obras de infraestrutura na faixa que vai de Pitimbu e Cabedelo, além de capacitação de profissionais da cadeia do turismo.

De acordo com o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba, Zenildo Oliveira, o selo recebido pela Paraíba é o maior já concedido no país até hoje. “Todo estado, para estar habilitado a pleitear recursos junto ao BNDES, tem que estar com o selo, o certificado de aprovação do Prodetur + Turismo”, esclareceu.
Segundo Zenildo, o projeto aprovado prevê quase 40 ações diferentes. Um dos maiores destaques é a criação de um píer em Cabedelo, ligado ao Forte de Santa Catarina, que tem tudo para se tornar um grande ponto turístico. “A meu ver é o mais importante porque vai receber navios, cruzeiros, transatlânticos, nacionais e internacionais, ligado ao forte de Santa Catarina, criando um ambiente inovador nessa área de turismo”, comentou.

Uma das ambições do projeto é explorar o turismo náutico. “O Rio Paraíba é um dos 12 polos de turismo náutico do Brasil. Iremos estudar os pacotes, como caminharemos nessa área, criar estrutura de exploração para isso. Turismo náutico é o que mais traz crescimento em gasto com alimentação, com pacotes, e temos essa visão de aumentar o ticket médio”, afirmou o secretário. Seguindo essa linha, o Rio Jaguaribe também deve passar por um processo de despoluição, afastando os esgotos indesejados.

A requalificação do rio Jaguaribe também faz parte de um projeto que visa um melhor aproveitamento do Jardim Botânico, com a criação de uma área de entretenimento e de um memorial da água, em parceria com a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), aproveitando os poços que existem no local, e mantendo a fama de cidade verde que João Pessoa já possui.

“Ousamos por entender que temos um potencial enorme. Acreditamos que o desenvolvimento da Paraíba passa pelo turismo. Atendemos todos os pré-requisitos, visando geração de emprego e renda, criação de novos produtos turísticos, além de melhoras nos produtos já existentes. Agora é correr atrás da liberação dos recursos”, afirmou o secretário.

 

Praias vão ganhar novos acessos

Com a liberação dos recursos, as praias do litoral sul devem ganhar novos acessos. “Principalmente Tambaba deve ter uma nova entrada, já que foi criado o plano de manejo e a APA (Área de Preservação Ambiental) da praia nessa gestão”, especificou Zenildo. O Parque de Trilhas de Jacarapé também está entre os projetos.

Serão realizadas obras em toda a faixa litorânea que vai de Pitimbu a Cabedelo, com requalificação asfáltica nas vias que precisem, criação de corredores ecológicos, paisagismo do sistema viário e iluminação urbana, passando, inclusive, pelo Polo Turístico do Cabo Branco, que, segundo o secretário, será um dos pontos altos do próximo governo no que diz respeito ao turismo. Ele ressaltou que o Polo deverá estar apto a receber hotéis e resorts ainda em 2019.

O secretário ressaltou que João Pessoa não pode viver apenas de turismo regional, por isso aposta no turismo internacional. O projeto apresentado no Prodetur+Turismo também prevê plano de marketing, comunicação e comercialização viabilizando isso. O projeto também inclui capacitação e treinamento.

Bárbara Wanderley – Foto: Assuero Lima e Rafael Passos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *