PB registra aumento de 46% no número de turistas estrangeiros em 2018

Paraíba
Anúncios

O fluxo de turistas estrangeiros na Paraíba apresentou um crescimento de 46,89% no ano passado em relação a 2017. Os dados constam da pesquisa do Fluxo Global Estimado para a cidade de João Pessoa divulgado pela PBTur (Empresa Paraibana de Turismo). Os argentinos se fizeram mais presentes no ano passado, com 35,24% de incidência, três vezes maior do que os portugueses, que tiveram 11,23% de incidência no ranking dos estrangeiros.

De acordo com a presidente da PBTur, Ruth Avelino, o crescimento do número de argentinos na capital paraibana se deve diretamente à implantação do voo semanal entre Buenos Aires e João Pessoa, operação iniciada no dia 1º de julho de 2017. O voo é um sucesso e tem trazido centenas de argentinos para a Paraíba, conforme constatação feita pela própria companhia aérea, a Gol Linhas Aéreas Inteligentes. O voo foi concretizado pelo Governo do Estado..

“Fizemos um trabalho muito forte de divulgação na Argentina, não apenas na capital Buenos Aires, mas também em cidades como Córdoba, Mendoza e Rosário, entre outras, contando com o apoio institucional da Embaixada do Brasil da Argentina. Realizamos ainda famtours e fampress como operadores e agentes de viagens e jornalistas dos principais veículos de comunicação argentinos, que reproduziram diversas reportagens sobre o nosso destino”, apontou Ruth Avelino.

Além da Argentina e Portugal, o ranking de turistas estrangeiros na Paraíba indica os Estados Unidos, com 11,21% de incidência; Alemanha, com 5,86%; e Itália, com 5,62%. Entre os países que estão no Top 10, entraram a Inglaterra e Holanda, substituindo a Suíça e Uruguai. No ano passado, a Paraíba recebeu 11.954 turistas estrangeiros, contra 8.138 registrados em 2017.

Ranking
País Crescimento

Argentina 35,24%
Portugal 11,23%
EUA 11,21%
Alemanha 5,86%
Itália 5,62%
França 4,28%
Espanha 3,70%
Chile 3,22%
Inglaterra 3,00%
Holanda 2,53%
Outros 14,10%

Fonte: PBTur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.