Ocupação hoteleira supera 91% em João Pessoa durante o Carnaval

Carnaval 2019
Anúncios

A rede hoteleira de João Pessoa associada à ABIH-PB (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira, seccional Paraíba), está com uma média de ocupação no período de Carnaval de 91,5%, podendo subir para 94%, conforme a presidente da entidade, Manuelina Hardman. Na opinião da empresária, esse índice é significativo, tendo em vista o crescimento da rede nos últimos anos, que ampliou a oferta de leitos. Somente do final do ano passado para início de 2019, dois novos empreendimentos foram inaugurados.

O crescimento na média de ocupação aponta, segundo Manuelina Hardman, que os turistas estão recorrendo à capital paraibana no período momesco, em sua maioria, buscando a tranqüilidade que a cidade oferece. A esse fator, pontua a empresária, se soma o trabalho de divulgação do potencial turístico da Paraíba que vem sendo realizado pela ABIH-PB, sempre contando com apoio irrestrito e fundamental da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo) e de Federação do Comércio da Paraíba.

“Fizemos inúmeras ações nos principais pólos emissores de turistas para a Paraíba, bem como promovemos vários famtours e frampress, além de uma série de capacitações nos principais pólos emissores de turistas para a capital paraibana, e os resultados começam a aparecer”, afirma.

A presidente da ABIH-PB acrescenta que esse trabalho precisa ser constante, com a participação de todos os associados. “Estamos analisando a execução de uma série de ações durante todo o ano, em parceria com o poder público, no sentido de manter a média de ocupação alta também nos períodos de baixa estação”, disse a empresária.

“O índice de ocupação é fruto de um trabalho de equipe e precisa ser feito diariamente. É necessário também que haja uma maior divulgação do período de prévia carnavalesca, para começar a a ocupação uma semana antes do início do Carnaval. Ainda não vi um trabalho de divulgação de nossas prévias, que são eventos que atraem muitos turistas também”.

Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *