Paixão de Cristo de Piracicaba (SP) chega a sua 30ª edição

Destaque Eventos Culturais

Pelo trigésimo ano consecutivo, entre os dias 14 e 21 de abril, a Associação Cultural e Teatral Guarantã realizará a encenação da “Paixão de Cristo de Piracicaba”, apresentação teatral centrada na epopeia bíblica e que narra os últimos dias de Jesus Cristo na Terra, em um espetáculo com duas horas de duração.

Como já é tradicional, a estreia acontecerá no domingo de Ramos e as encenações seguem por todas as noites até o domingo de Páscoa, sempre às 20 horas. Na Sexta-Feira Santa (19 de abril) haverá uma sessão extra, às 17 horas, somando assim nove apresentações durante as oito noites da Semana Santa.

Este será o terceiro ano em que a Associação Cultural e Teatral Guarantã fará uma apresentação extra e programada do espetáculo no feriado da Sexta-Feira Santa, noite de maior procura do público. “Considerando a alta demanda do público, neste dia decidimos fazer duas apresentações, que terá a primeira sessão às 17 horas e a outra, às 20 horas”, afirmou Harlei Mariano Souza Junior, presidente da Associação Guarantã.

O local da encenação é o Parque Engenho Central – antiga usina de açúcar localizado às margens do rio Piracicaba, no interior de São Paulo. A direção artística é de Marcos Thadeus, que contara com a assistência de Edvaldo Oliveira e Simone Rosa de Oliveira. A produção do espetáculo será feita por Anelisa Ferraz.

O elenco completo é composto por 350 pessoas, formado por atores, artistas, técnicos e equipe de produção, sendo esta é uma das maiores montagens cênicas do Brasil e a maior de todo centro e sul do país. Neste ano, a expectativa é receber um público estimado em 20 mil pessoas.

Para o presidente do Guarantã, o segredo da longevidade do espetáculo, que atingiu três décadas, está na força do voluntariado. “É exatamente na participação popular que mora a eficácia da Paixão de Cristo de Piracicaba”, afirmou Harlei.

O espetáculo

Lembrando uma verdadeira cidade cenográfica e tudo a céu aberto, a montagem acontece num espaço de oito mil metros quadrados e a história transcorre em cenas simultâneas, encenadas para permitir ao público uma completa visibilidade de todos os palcos que compõe toda a estrutura, onde se desenvolvem 56 cenas.

Acomodado em uma arquibancada com capacidade para mais de 2.500 pessoas, no decorrer da apresentação o espectador sente-se envolvido pelo clima do espetáculo, num realismo obtido graças aos inúmeros efeitos cênicos e técnicos. A dramaticidade da trilha sonora, juntamente com os recursos utilizados, tais como carruagens, bigas, soldados e artistas circenses, remete o espectador à própria época.

Por tudo isto, e após 30 edições de apresentações ininterruptas, a Paixão de Cristo de Piracicaba é reconhecida, pela crítica especializada, como um dos melhores espetáculos do gênero em todo o país.

Como chegar

Piracicaba está localizada a 160 km de São Paulo, a 80 km de Campinas, 40 km de Tietê e a 30 km das cidades de Limeira e Rio Claro. No sentido capital interior, pela via Anhanguera, acesse a rodovia Luiz de Queiroz (SP 304) no Km 120. Pela rodovia dos Bandeirantes, o acesso é no Km 134 B. O acesso ao Engenho Central acontece pela Ponte Pênsil ou pelo caminho do Mirante – Av. Maurice Allain, 454.

Engenho da Notícia – Assessoria de Imprensa e Mídias Digitais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.