Avianca tira voo, mas secretário destaca momento do Turismo em João Pessoa

Destaque Paraíba
Anúncios

A Avianca Brasil anunciou na semana passada que, a partir de abril, vai deixar de operar 21 rotas, o que equivale a aproximadamente 40% dos 53 trajetos nos quais a companhia atua atualmente. Além disso, a empresa decidiu fechar três bases operacionais em aeroportos: Galeão (RJ), Petrolina (PE) e Belém (PA). João Pessoa perderá o voo que é operado a partir do aeroporto do Rio de Janeiro para o Aeroporto Presidente Castro Pinto. Cerca de 20 mil passageiros deverão deixar de passar pelos portões do aeroporto.

A informação foi lamentada pelo secretário-adjunto do Turismo de João Pessoa, Graco Parente. Segundo ele, haverá prejuízo para o segmento turístico, mas que deverá ser compensado com a realidade do nova Lei Geral do Turismo, que permitirá a entrada de 100% do capital estrangeiro nas companhias aéreas, que irá possibilitar a criação de novos voos, redução do custo das tarifas aéreas e melhoria da malha aérea.

Graco Parente citou ainda a possibilidade real de novos investimentos no Aeroporto Castro Pinto, após a realização do leilão, que foi vencido pela empresa espanhola Aena. “Vamos trabalhar mais para trazer novos voos para a capital paraibana”, apontou o secretário.Na opinião dele, João Pessoa vive um “momento espetacular”, resultado das ações que têm sido realizadas na infraestrutura da cidade pela prefeitura municipal. “Existe um conjunto de obras que têm mudado a imagem que os turistas levam de João Pessoa, com melhoria da infraestrutura do Centro Histórico, com a Vila Sanhauá e Parque da Lagoa, bem como toda a orla marítima, que se transformou numa verdadeira academia a céu aberto”, disse.

Graco Parente ressaltou ainda uma reportagem do jornal Estadão, que destacou a orla marítima e o Centro Histórico de João Pessoa como dois principais pontos turísticos mais citados pelos leitores e, através do perfil no Instagram do caderno de viagens (@viagemestadao), a cidade paraibana venceu a ‘Batalha de Destinos’ com 62% duelando com Natal-RN.

Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.