PBTur promove capacitações em três cidades da Argentina para agentes de viagens

Destaque Paraíba

O Fluxo Global Estimado de turistas para a cidade de João Pessoa registrou em março deste ano um total de 108.126 hóspedes, resultado superior em 4,92% na comparação com março do ano passado. Os dados apontam que a Argentina foi o maior emissor de turistas estrangeiros para a capital paraibana no período, com 36,41% de incidência, superior se somados os quatro outros países que estão no Top 5. Após os argentinos, os países que mais enviaram turistas para João Pessoa foram Itália, Estados Unidos, Portugal e Alemanha. Os dados são da Diretoria de Economia e Fomentos da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo).

O resultado faz crescer a importância do trabalho que vem sendo realizado pelo Governo do Estado, por meio da PBTur, no mercado internacional, com destaque para a Argentina. Nesse sentido, a partir da próxima segunda-feira (06), a presidente da estatal do turismo, Ruth Avelino, vai coordenar a Caravana Destino Paraíba e Operadora Infinitas Travel, nos processos de capacitações de agentes de viagens  nas cidades de Buenos Aires, Cordoba e La Plata, até o dia 10 de maio.

 Ao todo, serão 10 capacitações com os principais vendedores da Operadora Infinitas Travel, numa ação que reforça a presença dos roteiros paraibanos nas prateleiras das agências de viagens da Argentina. A Infinitas é uma das mais influentes operadoras de turismo da América Latina, com maior atuação em países como Argentina, Uruguai e Chile. Estão integrados à caravana representantes da Luck Receptivo João Pessoa e dos hotéis Manaíra, Hardman Praia e da Rede Nord Hotels. A ação tem apoio da Fecomércio-PB e a Gol Linhas Aéreas.

De acordo com Ruth Avelino, o incremento do voo direto entre João Pessoa e Buenos Aires, a partir do dia 1º de julho de 2017, operado pela Gol, fez com que milhares de argentinos passassem a conhecer mais de perto os roteiros pela Paraíba, aumentando o interesse de viajar. A presença de argentinos em João Pessoa teve um aumento superior a 300% desde então e o trabalho de capacitar os agentes de viagens daquele país precisa ser mantido e até ampliado, tendo em vista a concorrência de outros destinos do Nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.