Embratur negocia voo direto entre Melbourne e São Paulo a partir de 2020

Aviação Destaque
Anúncios

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, e o embaixador da Austrália no Brasil, Timothy Kane, se reuniram, em Brasília, na semana passada, para tratar da implantação de voo direto entre os dois países. O encontro acontece logo após a entrada em vigor da isenção de visto concedida pelo presidente Jair Bolsonaro a turistas da Austrália, Japão, Canadá e EUA.

O embaixador australiano disse ao presidente da Embratur que o Estado de Victoria, no Sudeste da Austrália, tem interesse e recursos para iniciar o voo entre as cidades de Melbourne e São Paulo, a partir do primeiro trimestre de 2020.

“Este voo será mais uma ferramenta para ampliar nossa conexão aérea, além de facilitar a ligação com outros países, como Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Malásia, Cingapura, Tailândia e até a China. De Shangai e Pequim, os chineses poderão chegar ao Brasil com apenas uma conexão, ”, avaliou Gilson Neto, ao ressaltar que, em 2018, mais de 150 milhões de chineses viajaram pelo mundo, sendo pouco mais de 60 mil turistas para o Brasil.

Ao ressaltar os benefícios de voos diretos, o embaixador australiano citou o exemplo do Chile. Após a implantação da ligação entre Sydney e Santiago, houve um aumento de 135 mil passageiros por ano. Atualmente, a Austrália é o 21º maior emissor de turistas para o Brasil. Foram 42 mil no ano passado, um aumento de 24% em relação ao total registrado em 2017.

Israel

Na semana passada, o diretor de Marketing da Embratur, Osvaldo Matos, reuniu-se com o chefe do Departamento de Diplomacia Pública e Imprensa da Embaixada de Israel, David Atar. Na pauta do encontro, foram discutidas estratégias de incremento da promoção turística entre os dois países. Em 2018, cerca de 33 mil israelenses visitaram o Brasil.

Assessoria de Comunicação da Embratur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *