Presidente da Embratur diz que Turismo é ‘política de governo e prioridade no Brasil’

Brasil Destaque

“O Turismo, a partir de agora, é uma política de governo, é prioridade no Brasil”. Com essas palavras o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, abriu o discurso no seminário do Programa Investe Turismo, em Brasília (DF), e anunciou novas ações que estão sendo desenvolvidas pelo Instituto, para o fortalecimento do setor e da economia brasileira. O evento, realizado nesta quinta-feira (25) tem o objetivo de identificar oportunidades de negócios, políticas públicas e outras ferramentas oferecidas para potencializar o desenvolvimento da atividade turística local.

A iniciativa reuniu profissionais dos setores público e privado envolvidos nos projetos de gestão integrada e qualificação da rota “Brasília e Chapada dos Veadeiros”, identificando oportunidades de negócios, políticas públicas e outras ferramentas oferecidas pelo Investe Turismo para potencializar o desenvolvimento da atividade turística local. O roteiro contempla a capital Brasília e os municípios goianos de Alto Paraíso e Cavalcante.

Para o presidente da Embratur, o programa é uma demonstração da valorização do turismo na gestão do presidente Jair Bolsonaro. “É fundamental para aumentarmos a confiança do empresariado, quem gera emprego e renda, no governo. Nós não podemos atrapalhar quem favorece a economia, precisamos desburocratizar para que consigamos trazer mais investimentos para o Brasil”, afirmou Gilson Machado.

Ele destacou a necessidade de transformação da Embratur em agência e, ainda no seminário, o diretor de Marketing e Relações Públicas do Instituto, Osvaldo Melo de Matos Júnior, anunciou a criação de um Conselho Superior de Turismo Internacional. “O objetivo é estabelecer parcerias, retirar as amarras, continuar com a política de liberação de vistos, investir em aeroportos e nos demais segmentos do setor”, pontuou o diretor.

O programa, desenvolvido pela Embratur, Ministério do Turismo e Sebrae Nacional, selecionou trinta rotas turísticas estratégicas. Entre elas, a capital do país, que carrega o título de Patrimônio Mundial da Humanidade. Ao todo, mais de 150 municípios brasileiros serão beneficiados com um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para o setor de Turismo.

Em Brasília, o evento contou, também, com a presença do presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles; da secretária de Turismo, Vanessa Mendonça; do vice-governador DF, Paco Britto; do presidente do Clube do Choro, Reco do Bandolim; do secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do Ministério do Turismo, Aluizer Malab; diretor superintendente do Sebrae-DF, Valdir Oliveira; e do prefeito de Alto Paraíso (GO), Martinho Mendes, além de autoridades e empresários locais, representantes de Embaixadas (Chile, El Salvador, Nicarágua, Bélgica, Angola e Espanha) e do governo de Brasília e nacional.

O vice-governador do DF, Paco Britto, destacou a importância de Brasília fazer parte do Programa Investe Turismo. “Nesta rota, a arquitetura dos homens se encaixam com a arquitetura da natureza, que é a da região da Chapada dos Verdadeiros. Não há nada mais pujante que o turismo. Brasília e região se tornarão ícones essenciais para receber os viajantes do País e de todas as partes do mundo”, afirmou. 

Assessoria de Imprensa Embratur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.