Caminhos do Frio se encerra na terra de Jackson do Pandeiro

Eventos Culturais
Anúncios

A rota cultural Caminhos do Frio chega à sua última semana com chave de ouro. Desde segunda-feira (26), a cidade de Alagoa Grande respira ainda mais a história de um de seus filhos ilustres e ícone, o cantor, compositor e imortal Jackson do Pandeiro. Aliás, esse ilustre paraibano é o grande homenageado do projeto deste ano, pelo centenário de vida. O Caminhos do Frio já passou pelas cidades de Areia, Pilões, Matinhas, Solânea, Serraria, Bananeiras, Remígio e Alagoa Nova, desde 1º de julho.

Durante toda a semana, Alagoa Grande, com a sua população e turistas, fez um mergulho sobre a história e trajetória de Jackson do Padeiro. Houve uma série de homenagens durante debates, palestras, manifestações culturais em praça pública e nas escolas. Todo esse repertório de ações foi formatado não apenas para comemorar a data, mas, sobretudo, para continuar cultuando o mestre que levou o nome da Paraíba a todos os cantos e recantos do mundo.

Nesse sábado (31), No sábado (31), haverá o “Show do Centenário”, com Biliu de Campina no Pátio de Eventos, a partir das 21h. No encerramento, da rota cultural, neste domingo (1°), as atividades terão início a partir das 7h, com a “Corrida do Centenário” no Pórtico do Pandeiro. Às 15h, no Largo do Teatro Santa Ignêz, haverá o Festival de Dança.

Nessa edição da rota cultural Caminhos do Frio, que chegou à sua 14º edição, a expectativa do Fórum Turístico do Brejo paraibano é de que cerca de 200 mil pessoas tenham circulado pelas nove cidades que estão inseridas na programação – um crescimento estimado de 20% em relação ao evento do ano passado.

O projeto representa atualmente uma fonte de geração de emprego e renda, possibilitando a abertura de novos empreendimentos nos segmentos hoteleiro e comércio, além de movimentar a cena cultural, valorizando os artistas da terra, a criatividade dos artesões e culinária, além de incentivar o empreendedorismo.

Fábio Cardoso