Governo da Paraíba vai republicar edital de licitação de áreas do Polo Turístico do Cabo Branco

Destaque Paraíba
Anúncios

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), vai relançar, ainda este mês, o edital do Polo Turístico Cabo Branco. Após participar de rodadas de reuniões com investidores do setor hoteleiro, a Cinep percebeu que o prazo para as empresas apresentarem os documentos necessários para concorrer ao chamamento público era curto. Isso inviabilizou a participação de inúmeras operadoras nacionais e internacionais interessadas em investir na área.

O prazo em questão era de 45 dias após a publicação do edital. Segundo o diretor-presidente da Cinep, Rômulo Polari Filho, após ouvir o setor, o Governo do Estado reconheceu que o período era insuficiente para que as empresas se organizassem internamente para participar da concorrência pública.

“Era preciso tomar conhecimento da proposta, ler o edital, reunir investidores, preparar o projeto de apresentação, juntar documentação em 45 dias… Algumas empresas contam com conselhos consultivos, outras têm administradores no exterior… Então, era necessário apresentar o projeto para esses executivos. Ou seja, concluímos que participar de uma concorrência dessa proporção demanda preparação e, consequentemente, um maior tempo”, explicou.

Ainda segundo Polari Filho, embora o Governo do Estado tenha feito uma divulgação massiva do Polo Turístico Cabo Branco, nem a Associação Nacional de Hotéis e nem a Associação Nacional de Resorts haviam tomado conhecimento do projeto.

“Essas entidades contam com importantes associados, então é fundamental que eles conheçam a proposta do Polo”, frisou. “Além disso, estamos fazendo um corpo a corpo com as empresas em todo Brasil esclarecendo pontos importantes do projeto, para relançarmos um edital mais completo”, acrescentou.

O diretor-presidente da Cinep revelou ainda que algumas empresas ficaram confusas sobre o modelo de negócio do Polo. Por isso, o Governo do Estado elaborou um documento mais sintético, com material gráfico, resumindo a proposta, para facilitar a visualização do projeto. Outro desafio apontado por Polari Filho foi fazer com que empresas que operam no Brasil e que têm bandeira internacional tomassem ciência do projeto.

“Tivemos a adesão de 36 empresas, mas sabemos que esse número pode ser maior […]. Com o relançamento do projeto ainda em outubro, prevemos que as obras do primeiro empreendimento iniciem no segundo semestre do ano que vem”, revelou Rômulo Pollari.

O Polo Turístico Polo Cabo Branco

O Complexo Turístico Polo Cabo Branco possui uma área de 654 hectares. A primeira etapa irá disponibilizar cinco lotes para instalação de hotéis e resorts, sendo três deles voltados à beira-mar, um para a área do rio e um em frente ao Centro de Convenções. Ao todo, o projeto total possui 19 lotes, com toda infraestrutura, e fica localizado no bairro Portal do Sol, em João Pessoa.

De acordo com o material disponibilizado pela Cinep na internet, podem concorrer aos lotes 1, 2, 3 e 4 projetos de hotel de lazer, resort e hotel fazenda. Já o

lote 5 será destinado a projetos de hotel residencial e a flat. Uma empresa poderá concorrer a todos os lotes que tiver interesse, mas as análises serão feitas de forma individual.

Quanto ao processo de avaliação, foi criada uma matriz de pontuação técnica, na qual serão analisados diversos indicadores, como apresentação do projeto, investimento e percentual de substituição de energia convencional para energias renováveis.

A comissão que analisará os processos será formada por representantes da Cinep, Instituto dos Arquitetos do Brasil, Procuradoria Geral do Estado, Controladoria Geral do Estado e Centro de Energias Renováveis da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

A expectativa do governo é de que, vencidas todas as etapas do edital, as construções já comecem em 2020 e sejam concluídas entre 12 e 18 meses. A primeira etapa do Polo Cabo Branco estima um fluxo anual de 115.752 turistas e 23.026 leitos em João Pessoa.

Ellyka Gomes – Jornal Correio da Paraíba