Empresários do JPA afirmam que decisão pela mudança para Fortaleza não foi fácil, mas necessária

Destaque Paraíba
Anúncios

A saída do JPA Travel Market de João Pessoa para Fortaleza a partir de 2020 e pelos próximos três anos, agora com o rótulo de Brazil Travel Market (BTM), trouxe perplexidade a todos que estavam presentes no evento neste sábado (19), no Centro de Convenções da capital paraibana. Não foi uma decisão fácil, mas necessária, como revelaram os diretores da feira, Claudio Junior, Breno e Bruno Mesquita.

Na coletiva de imprensa para a oficialização da mudança e que trouxe para João Pessoa o secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, em plena lua de mel, era evidente o sentimento de emoção e gratidão ao trade parai,bano por parte dos organizadores do evento, claro, e de tristeza. Turismo é negócio e oportunidade.

“Sem o trade paraibano não estaríamos nesse patamar, ele foi fundamental por todo esse processo de crescimento”, afirmou Bruno Mesquita.

O executivo revelou que, após a notícia da mudança de Estado, muitos expositores se manifestaram positivamente e reservaram estandes para o evento do próximo ano. “Já há muita reserva e, com o apoio do Governo cearense, o nosso evento tem tudo para dar certo e crescer ainda mais”.

Cláudio Junior afirmou que, inicialmente, o contrato com o Governo do Ceará é para a realização do evento por três anos, mas preferiu não gravar agora a proposta dele ser futuramente itinerante. “Vamos ver como o mercado irá se comportar e não descartamos a possibilidade de torná-lo itinerante”, pontuou.

Breno Mesquita, que será conduzido à presidência da Abav-PB (Associação Brasileira das Agências de Viagens, seccional Paraíba), enfatizou a nova etapa do evento de forma positiva.  “Desejo que o nosso evento fique o mais tempo possível no Ceará. Nossa meta é torná-lo na terceira maior feira de turismo do Brasil”, disse.

Fábio Cardoso – Foto: Jefferson Severino