Valdeno Brito chega em terceiro em Goiânia e faz seu 32º pódio da carreira na Stock Car

Cotidiano Esportes
Anúncios

Líder da segunda corrida de Goiânia por 22 das 29 voltas completas (75%), Valdeno Brito pôde celebrar tardiamente o pódio que lhe escapou nos metros finais da prova. O piloto paraibano foi promovido ao terceiro lugar (havia cruzado a linha de chegada em quarto) em função da desclassificação do vencedor Ricardo Maurício. Assim, Valdeno alcança seu segundo pódio na temporada (o primeiro foi em Londrina, na quarta etapa) e o 32º da carreira na Stock Car.

O resultado ajudou a Prati-Donaduzzi a fechar o fim de semana como a equipe que mais pontuou em Goiânia: 57 pontos no total.

“Queria fazer igual ao Carlos Sainz Jr. em Interlagos, voltar lá e subir no pódio”, brincou Valdeno Brito, em referência ao piloto da McLaren que foi promovido ao terceiro lugar no GP do Brasil de Fórmula 1 após a celebração de pódio e organizou a maior festa com a equipe, fazendo sua própria ‘cerimônia de premiação’.

“Garantir um pódio em função da punição a um adversário não é a melhor forma, mas a regra tem de ser cumprida e fico feliz de recebermos pelo menos esta ‘recompensa’, depois de tanto trabalho. Vimos o pódio escapar no final e agora sabemos que poderia ter sido inclusive uma vitória; mas o importante é ver que estamos competitivos”, falou Valdeno.

Para a Prati-Donaduzzi, como patrocinadora, este representa o 25º pódio de um piloto vestindo as cores da empresa (e o sexto só neste ano).

Tabloid Comunicação