Maior São João do Mundo deve injetar R$ 345 milhões na economia de Campina Grande, em 2020

Destaque Paraíba
Anúncios

O São João de Campina Grande, que será realizado de cinco de junho a cinco de junho de 2020, deve registrar um incremento de recursos na economia da cidade de 15% a 20%, segundo estimativa da secretária de Desenvolvimento Econômica, Rosália Lucas.  Esse percentual representa, em dinheiro, o equivalente a R$ 44.850 milhões a mais do que o evento deste ano – R$ 345 milhões. Em 2019, o evento injetou R$ 299 milhões na economia, de acordo com a secretária.

O otimismo em relação ao maior volume de dinheiro circulando pela cidade em 2020 está respaldado no crescimento da própria cadeia que movimenta o turismo de Campina Grande. Já em 2019, houve um crescimento na faixa de 20% na oferta de leitos, com a abertura de novos hotéis, que registraram uma ocupação média de 85%, 20% maior em relação ao São João do ano passado. “Com o aumento de oferta de leitos, recebemos mais turistas”, apontou Rosália Lucas.

Ainda de acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, a oferta de hospedagem pelos aplicativos, a exemplo do Airbnb, teve um importante incremento no período junino, com muito mais famílias e grupos procurando se hospedar em casas ou apartamentos alugados. “Com o Airbnb, você consegue ver a presença maior dos excurcionistas, aqueles bate-volta”, afirmou a secretária.

O período junino em Campina Grande, segundo Rosália Lucas, já supera o volume de vendas do Natal. O setor de Varejo, revelou – com calçados e vestuário -, já comemora o aumento das vendas e muitos lojistas afirmam que é melhor do que o mês de dezembro, quando as pessoas saem às ruas para comprar presentes e roupas para as festas de final de ano.

Na última quarta-feira, a prefeitura de Campina Grande e a Medow, empresa responsável pela organização do São João na cidade, anunciaram os nomes dos artistas que vão se apresentar no Parque do Povo em 2020, além do layout do local das apresentações, conhecido como o “Quartel General” do São João. “O evento do próximo ano está sendo planejado desde o término do evento deste ano, no dia seguinte”, disse Rosália Lucas.

“Iniciamos o planejamento analisando o resultado da pesquisa que fizemos durante o evento deste ano. Com os dados e a opinião das pessoas, incluindo moradores e turistas, começamos a planejar o evento de 2020 com antecedência, para melhorar e, acima de tudo, aprimorar”, disse. “Estamos sempre buscando melhorar nosso evento, que passou a crescer de forma planejada”.

A antecipação do anúncio da programação, segundo a secretária, permitirá que as operadoras de turismo, agências de viagens e companhias aéreas possam se programar melhor para vender os pacotes para os turistas. Até mesmo o setor hoteleiro terá elementos para negociar os melhores preços de suas diárias e se programar para atender os seus clientes.

Rosália Lucas enalteceu ainda a expertice do setor privado, que entendeu a necessidade de buscar melhores parcerias, assim como a empresa organizadora tem feito na captação de novos patrocínios.

Há espaço para o crescimento em número de eventos da iniciativa privada, de número de voos – com as companhias aéreas observando a necessidade de incrementar sua malha para Campina Grande – e as operadoras trabalharão com mais tempo para vender o produto.

Fábio Cardoso