Temporada de Cruzeiros 2019/2020 espera faturar R$ 2,2 bilhões

Destaque Roteiros
Anúncios

Não é de hoje que viajar de navio é um objeto de desejo para muitas pessoas. Segundo levantamento da CLIA Brasil, 86% das pessoas que realizaram um cruzeiro na última temporada desejam repetir o tipo de viagem.

E não é para menos. Os cruzeiros aliam custo, benefício, segurança e muito entretenimento em um mesmo produto. Quando você adquire uma viagem de navio, leva transporte, hospedagem, entretenimento, alimentação e uma vista diferente a cada dia, tudo em um mesmo pacote. É a garantia de uma viagem tranquila e completa, sem a surpresa de custos extras e a certeza de que a família toda terá momentos de diversão, seja qual for seu perfil.

Tantas vantagens trazem otimismo ao setor, que espera faturar R$ 2,2 bilhões neste período de navegação. A temporada nacional de Cruzeiros 2019/2020, que começou no dia 15 de novembro e vai até 20 de abril, já está movimentando o litoral brasileiro. Espera-se que 493 mil cruzeiristas embarquem em viagens pelas oito embarcações que estão no Brasil: MSC (Seaview, Sinfonia, Fantasia, Musica e Poesia), Costa (Pacifiica e Fascinosa) e Pullmantur (Soberano – fretado pela CVC Corp), divididas em 144 roteiros e 575 escalas.

Mas, para que esse momento de férias e descanso em alto-mar seja perfeito, é preciso se preparar, e foi pensando nisso que a CLIA Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos) lançou o Guia de Boas Práticas para Cruzeiristas, um manual prático, com informações essenciais para quem pretende saber tudo antes de embarcar em um cruzeiro.

O que é permitido levar em um navio? Quais documentos devo ter em mãos? O que fazer no embarque e no desembarque? Minha bagagem tem limite de tamanho? Essas e outras informações aparecem no Guia, que é totalmente ilustrada e interativo, facilitando a visualização de temas importantes.

“Modernizamos esse Guia para garantir a segurança e tranquilidade de todas as pessoas que vão navegar pela primeira vez, criado pela CLIA Brasil há alguns anos. A ideia é que os cruzeiristas recebam esse documento assim que efetuarem a compra da sua viagem, para que possam se preparar para o tão esperado momento sabendo desde como arrumar suas malas, até procedimentos de desembarque” disse Marco Ferraz, presidente da CLIA Brasil.

Veja alguns destaques da publicação, disponível aqui e que também pode ser solicitada aos agentes viagens no ato da compra.

– Não são permitidos nas bagagens itens que produzam calor e emitam chamas. Ou ainda qualquer tipo de alimento e bebidas.

– É de extrema importância que todas as bagagens estejam devidamente identificadas, evitando assim problemas com extravios

– Para embarcar com crianças elas devem ter, no mínimo, 6 meses completos no dia do embarque, para cruzeiros de até 9 noites, ou 12 meses completos, para cruzeiros com maior duração. Se for gestante é preciso apresentar atestado médico confirmando o estágio da sua gravidez e não poderão embarcar com 23 semanas ou mais de gestação.

– O ideal é que o passageiro esteja no terminal após as 11h da manhã. Se possível, realize o check-in online para economizar tempo.

– O check-in se encerra 2 horas antes da partida do navio, portanto, verifique os horários de chegada e saída do seu cruzeiro.

Agência Guanabara