8ª Airport Infra Expo será em São Paulo e abordará tendências e experiência do passageiro

Aviação Cotidiano
Anúncios
Com agenda definida, a 8ª edição da Airport Infra Expo será realizada na capital paulista, nos dias 7 e 8 de outubro de 2020, e movimentará a cadeia aeroportuária na América Latina, principalmente no Brasil. Sob o tema Conectividade e Tecnologia: A Evolução do Ecossistema do Transporte Aéreo, a edição 2020 será voltada para as novas tendências que vem mudando de forma exponencial a jornada do passageiro nos aeroportos, onde se destacam tecnologias como uso de robótica, beacons e ferramentas de reconhecimento facial, por exemplo. Conforme dados do Sita 2019 Air Transport IT Insights, os investimentos das companhias e aeroportos em 2018, para melhorar a experiência do consumidor, atingiram patamar recorde de US﹩ 50 bilhões.

Especialista no setor e idealizadora da Airport Infra Expo, Paula Faria, destaca que, após sete anos da abertura das concessões dos aeroportos, o cenário brasileiro nesse setor se transformou, aliando a experiência do setor público ao dinamismo do privado. “Sem dúvida, esse mercado evoluiu e amadureceu com a entrada das empresas privadas. O próximo e fundamental desafio é focar no desenvolvimento da aviação regional do país, aumentar a competitividade, eficiência e lucratividade. Nesse sentido, o uso das novas tecnologias voltadas ao passageiro, com o objetivo de gerar experiências cada vez mais positivas e personalizadas, é parte essencial para esse mercado”.

E complementa: “Assim como o mercado brasileiro aeroportuário, a Airport Infra Expo também se consolida, passando a desempenhar papel catalisador no desenvolvimento desse setor na América Latina, com ênfase para o Brasil, o maior mercado de aviação da região. Vamos reunir em São Paulo toda a indústria: aeroportos públicos e privados na América Latina, empresas, governo, companhias aéreas e especialistas nacionais e internacionais. O evento será composto por conferência, exposição e rodadas de negócios. A nossa expectativa é reunir mais de dois mil participantes”, disse.

As sete edições do evento são responsáveis por reunir mais de 20 mil participantes, 500 reuniões de negócios, 650 marcas, 120 painéis de discussão, além de mais de 400 palestrantes e 250 apoiadores.

Mercado brasileiro

A previsão do Ministério da Infraestrutura é que o país atinja, em 2025, a marca de 200 cidades e 200 milhões de passageiros, um aumento de 42,86%. Atualmente, 140 localidades no país contam com voos, onde anualmente são transportados 140 milhões de passageiros.

Concessões
Nos primeiros 6 meses de 2019 foram realizadas, no Brasil, 23 concessões (aeroportos, portos e ferrovias), sendo que, em março, ocorreu o leilão de 12 aeroportos (5ª rodada) divididos em três blocos, com ágio de mais de 900% e previsão de arrecadação total de R﹩ 4,2 bilhões para o Governo Federal ao longo dos 30 anos de concessão. Conforme dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), foram realizadas cinco rodadas até o momento, onde 22 aeroportos- representando 57% do tráfego regular no país, foram concedidos à iniciativa privada. De um total de R﹩33 bilhões do investimento previsto, mais de R﹩17 bilhões já foi realizado.

E, até 2022, segundo o Ministério da Infraestrutura, mais de 40 novos aeroportos serão concedidos à iniciativa privada, sendo que 22 estão em estudos, vão compor a 6ª rodada e já estão qualificadas pelo PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), com previsão de investimentos de R﹩ 5 bilhões. A 7ª Rodada de Concessões conta com 19 aeroportos e investimento de R﹩ 5,28 bilhões.
Assessoria de Comunicação Imprensa – International Brazil Air Show