Galeria de Arte a céu aberto impulsa atividade turística em Chã do Jardim, na Paraíba

Destaque Paraíba
Anúncios

Os trabalhos de 12 artistas visuais estão transformando um dos destinos turísticos da Paraíba em uma galeria a céu aberto. Desde a semana passada, o projeto ‘Galerias – arte em comunidade’ está sendo desenvolvido na comunidade Chã de Jardim, em Areia, na região do Brejo paraibano. Até a próxima quinta-feira, diversas moradias estarão servindo de telas para a exposição dos trabalhos dos artistas. Nesse dia, haverá uma solenidade de inauguração da ‘exposição’.

De acordo com Luciana Balbino, líder da comunidade de Chã de Jardim, o trabalho dos artistas já começa a chamar a atenção das pessoas que passam pela rodovia. “Muitos estão parando para fotografar e levar de lembrança”, afirmou. O próprio comércio local já começa a sentir reflexos positivos, pois têm aumentado também a freqüência de turistas que param para almoçar ou lanchar. “Algumas pousadas já têm reservas para as pessoas que virão para a inauguração da exposição”, revelou Luciana.

A líder de Chã de Jardim disse que o envolvimento das pessoas é bastante grande. “Toda a comunidade está envolvida e as crianças e adolescentes aproveitando para aprender com os artistas. São eles que ajudam. Já estamos hoje no quarto dia de trabalho e já aparecem paredes prontas”, apontou.

Essas pinturas durarão em torno de quatro anos e as pessoas da associação local e da comunidade serão os responsáveis em preservar e mantê-las através de uma série de produtos que serão confeccionados com estes desenhos.

O projeto teve a iniciativa do artista plástico Guataçara Monteiro, e de João Paulo Pessoa, que convidaram artistas de diferentes regiões do Brasil para, voluntariamente, intervirem nas fachadas das casas e muros da comunidade paraibana, cada um com seu estilo e linguagem, mas sempre reforçando os temas locais, como a natureza e a cultura nordestina.

 

“O projeto Galerias quer contribuir ainda mais para o empoderamento social que já acontece por lá”, reforça o idealizador do projeto.

A fotógrafa Amanda Mello (PA) além de registrar o processo, produzirá um documentário que será veiculado nas mídias sociais a partir de maio de 2020, com o objetivo de estimular mais projetos desta natureza.

 

Entre os artistas, estão grandes nomes da arte no Brasil e no mundo, como o paraibano Clóvis Júnior, um dos principais nomes da Arte Naif da América Latina; Vespa, grafiteiro com reconhecimento mundial; além dos artistas Douglas Reis (SP), Perron Ramos (PE), Dennis Mota (PB), Guilherme Mendicelli (SP), Márcio Bizerril (PB), Bruno Brito (SP), Eliana Chaves (AM), Walfredo de Brito (PB) e Guataçara Monteiro (SP), que já expôs em diferentes regiões do Brasil, assim como na França e EUA.

 

 

“Muitos de nós nunca visitamos uma galeria ou tivemos contato mais próximo com a arte. Vamos ganhar culturalmente e também economicamente, porque vamos atrair ainda mais turistas, estimulando a economia sustentável de nossa comunidade”, afirmou Luciana Balbino.

Fábio Cardoso, com assessoria de imprensa