Campina Grande e João Pessoa se destacam no Índice da Gestão Municipal

Destaque Paraíba
Anúncios

Campina Grande é a segunda colocada no ranking das cidades do Nordeste em gestão pública, conforme estudo intitulado Índice da Gestão Municipal (IDGM), publicado recentemente pela empresa de consultoria Macroplan.

O levantamento avalia os melhores indicadores nas áreas de  Educação, Saúde, Segurança, Saneamento e Sustentabilidade das 100 grandes cidades do Brasil.

Campina, que obteve IDGM de 0,616, perdendo apenas no Nordeste para Petrolina, Bahia, que ficou em primeiro lugar na região com 0,620. Em seguida vem João Pessoa (3°), Salvador (5°), Recife (8°) e Jaboatão (19°).

As posições nas outras áreas foram: 57ª em Saúde; 57ª em Segurança; e 88ª em Educação. Na última década, a cidade melhorou sua posição no ranking em duas áreas, perdendo posição em duas áreas: Educação (- 4 posições); Saúde (- 3 posições); Segurança (+ 22 posições); e Saneamento e Sustentabilidade (+ 8 posições).

Dentre os 15 indicadores de gestão pública avaliados pelo estudo da Macroplan, estão ainda atenção em saúde básica; matrículas nas creches e escolas; taxa de homicídios, mortalidade no trânsito; e coleta de lixo.

Campina Grande, que já tinha se classificado  em posição privilegiada em avaliação anterior – este é o quarto estudo feito pela Macroplan -, desta vez ficou à frente de todas as capitais do Nordeste, inclusive João Pessoa, que se classificou em terceiro na região, bem como cidades de porte médio como Olinda, Jaboatão dos Guararapes, dentre outras.

João Pessoa

João Pessoa está em 13° lugar no ranking entre as capitais brasileiras A capital paraibana está na 60ª melhor posição entre os 100 maiores municípios do Brasil no ranking do IDGM. O município ganhou 0 posição na década (entre 2007/2008 e 2017/2018) e ganhou 5 posições em comparação com o ano anterior. Entre as quatro áreas analisadas, João Pessoa teve sua melhor posição em Saneamento e Sustentabilidade: 25ª posição.

Codecom Campina Grande