Embratur quer turistas estrangeiros em todas as regiões do Brasil

Brasil

Ao participar do lançamento da campanha promocional do Ministério do Turismo (MTur) e da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) “O Sul é meu destino”, que pretende atrair mais turistas para a região Sul do Brasil, o presidente do Instituto, Vinicius Lummertz, lembrou que essa ação com estados integrados (no caso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) visa acelerar o crescimento do fluxo turístico para gerar mais empregos e divisas para o Brasil. E destacou que ela será estendida às demais regiões.
“Atualmente, cerca de 6,6 milhões de turistas estrangeiros visitam o Brasil. Quase um terço deles se dirige aos três estados do Sul, até porque estão muito próximos de países vizinhos, como a Argentina, de onde vem a maioria dos turistas. A iniciativa privada e os entes públicos dos estados se reuniram e resolveram fazer uma divulgação integrada. Estamos apoiando, como vamos apoiar as iniciativas das demais regiões. O Brasil tem muitas opções, é muito rico em ofertas de destinos turísticos. Essa integração regional vai ser boa para todos”, comentou Lummertz.
Acompanhando do ministro do Turismo, Marx Beltrão, o presidente da Embratur foi recebido pelo prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, lideranças políticas e do setor turístico para mostrar as peças publicitárias que serão mostradas em TV’s e pela internet, em que os estados da região Sul convidam os turistas das outras regiões do Brasil, bem como os estrangeiros (em especial os dos países do Mercosul), a visitar os três estados. O ministério vai investir R$ 5 milhões na campanha, e a Embratur deverá aplicar o mesmo valor. Além disso, serão feitos vídeos de curta duração para serem exibidos como programas especiais em rede de tevê nacional e internacional.
Além de conhecer os planos de Itajaí para se transformar num polo turístico voltado para o setor náutico (já existe uma marina em funcionamento e o município confirmou a participação, pela terceira vez, como ponto de chegada, no Brasil, da regata Volvo Ocean Race, em que grandes veleiros cruzam o mundo), Lummertz e o ministro visitaram as obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú, obra construída em parceria entre governo federal, estadual e municipal. Só a parte do governo federal são R$ 55 milhões, dos quais cerca de R$ 37 milhões já foram repassados. Quase 70% das obras estão concluídas e o ministro comentou que espera que tudo esteja pronto até a próxima temporada de verão.
O presidente da Embratur destacou a importância da obra: “o turismo de negócios e eventos está crescendo muito. Esse centro de eventos é fundamental para quebrar o problema da sazonalidade dessa região. A maioria absoluta dos turistas vêm aqui para lazer. Com um equipamento desses podemos ter outro tipo de turista. Inclusive internacionais”.  Lummertz, o ministro e a comitiva também conheceram o projeto de recuperação da praia central de Balneário Camboriú, apresentado pelo prefeito Fabrício Oliveira, que exigirá aplicação de recursos de R$ 100 milhões, parte aplicados pela iniciativa privada.
“Toda a força do turismo da região veio a partir desta praia, que sempre encantou turistas dos demais estados e de outros países. Só que o progresso e a natureza estão reduzindo a faixa de areia. É preciso unir esforços para salvar essa praia”, comentou o presidente da Embratur.
Assessoria de Comunicação da Embratur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.