Primeiro avião fabricado na Paraíba vai decolar nesta terça-feira

Paraíba

Um ano e três meses após de inaugurar a Stratus Indústria Aeronáutica, no Distrito de São José da Mata, em Campina Grande, o empresário Juan Pinheiro realizará hoje, às 10h, o voo inaugural do avião Volato 400, o primeiro fabricado pela Stratus. O voo acontecerá no Aeroclube de Campina Grande, num momento festivo que terá a presença do cantor e piloto acrobata Waldonys, membro honorário da Esquadrilha da Fumaça, que fará uma apresentação de acrobacias, e ainda um show musical para o público presente.
“Para nós da Stratus o voo inaugural da Volato 400, a nossa primeira aeronave, representa um capítulo finalizado de um livro, onde comprovamos a nossa capacidade técnica para o Brasil e para o Mundo, provamos que temos tecnologia, e que as aeronaves que desenvolvemos aqui em Campina Grande não deixam a desejar em nenhum aspecto, as produzidas nos Grandes Centros”.
O Volato 400 é o primeiro avião fabricado pela Stratus.
A aeronave tem capacidade para quatro ocupantes, é equipado com motor Lycoming de até 260 cavalos de potência, é uma aeronave esportiva da categoria experimental. A estrutura das peças do avião é de fibra de carbono, e possui aviônicos digitais de última geração. O modelo atende aos anseios dos clientes que buscam uma aeronave confortável, rápida, com boa capacidade de carga e excelente custo/benefício, além de atingir grandes distâncias com rapidez e segurança. Ela deve ser vendida pelo valor de R$ 750 mil. O avião, segundo o site da empresa, deve atingir 15 mil pés de altura a uma velocidade média de 350 km/h.
A Stratus oferece ao mercado, aeronaves de pequeno porte, com capacidade de 02 e 04 lugares construídas com o que há de mais moderno em material composto, a exemplo de fibras Prepeg, Honey Comb e Fibra de carbono, os modelos se destacam pela segurança e alta performance. A Stratus também é uma oficina de manutenção de aeronaves homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC. A Indústria foi certificada pela Agência, o que exigiu investimentos na contratação de técnicos especializados, com experiência reconhecida.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=BMac7uvN5IM[/embedyt] Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.