Fluxo de turistas argentinos cresce 235,7% em 2017 na Paraíba

Paraíba

Se parece ainda imperceptível para as pessoas a presença de turistas argentinos em João Pessoa, os dados do Setor de Estatísticas da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) podem tirar qualquer dúvida. De acordo com os números, houve um crescimento de 235,7% no fluxo de argentinos na Paraíba, se comparado janeiro a novembro deste ano com o mesmo período do ano passado. De janeiro a novembro de 2016, 1.020 argentinos estiveram na Paraíba. Esse número pulou para 3.425 no mesmo período em 2017.
Se fora observado apenas o mês de novembro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento da presença de argentinos na Paraíba foi de 815%. Em novembro de 2016, foi registrada a presença de 73 argentinos no estado, pulando para 668 turistas em novembro deste ano. Esses dados fizeram com que a Argentina passasse de segundo lugar no ranking de incidência, com 17,34% – perdendo para os Estados Unidos, com 22,09% – para primeiro, com 63,98%. Esse percentual é maior do que todos os outros turistas estrangeiros que foram registrados na Paraíba, em novembro de 2017.
O rápido crescimento do número de turistas argentinos na Paraíba pode ser creditado ao voo direto entre João Pessoa e Buenos Aires, que começou a ser operado a partir do dia primeiro de julho deste ano, pela Gol Linhas Aéreas. O Governo paraibano reduziu para 6% a incidência de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço) no combustível de aviação.
Ranking – Janeiro a novembro
2016                                         2017
EUA 1.048 (17,06%)                Argentina 3.425 (46,21%)
Argentina 1.020 (16,60%)      EUA 887 (11,97%)
Itália 787 (12,81%)                   Itália 500 (6,75%)
Alemanha 483 (12,06%)         Portugal 417 (5,63%)
Portugal 483 (7,86%)              Espanha 416 (5,61%)
Total estrangeiros 6.143         7.412 (20,65%)
Novembro
2016                                            2017
Itália 93 (22.09%)                    Argentina 668 (63.98%)
Argentina 73 (17.34%)             EUA 81 (7.76%)
Alemanha 63 (14.96%)            Portugal 67 (6.42%)
Espanha 36 (8.55%)                 Alemanha 35 (3.35%)
Portugal 31 (7.36%)                  Espanha 30 (2.87%)
Total    421                                 1.044           147.98%
Fábio Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.