Principais museus relacionados a práticas esportivas espalhados pelo mundo

Mundo
http://datagridti.com.br/wp-content/uploads/2021/12/datagridtiBanner.gif

Sendo fã ou não, é preciso admitir que o esporte está enraizado em nossas vidas. Quem nunca passou uma tarde de domingo assistindo a um jogo na televisão? Presenciou uma partida ao vivo em algum ginásio? Não jogou frescobol na areia da praia? Vibrou com os amigos quando o time do coração estava liderando o campeonato?
O esporte faz parte da cultura do brasileiro. Pensando nisso, o ViajaNet, agência de viagens on-line, preparou uma lista com seis museus dedicados ao esporte no mundo todo. Que tal visitar um deles durante a temporada em seu destino de viagem? Confira:

Australian National Surf Museum – Torquay, Austrália
O Museu do Surfe, na Austrália, é destino imperdível para quem tem planos de visitar Torquay, capital mundial do esporte. As ondas de Bells Beach, principal praia da cidade, chegam a cinco metros de altura e atraem milhares de entusiastas do surfe todos os anos.
A apenas dez minutos de Bells Beach, o museu foi construído em 1993 e resgata a história da modalidade esportiva na Austrália e no mundo, com registros fotográficos que expõem a trajetória dos principais nomes do surfe e artigos usados em campeonatos antigos. O espaço conta com um hall da fama, com a presença de nomes famosos, como Kelly Slater, Joel Parkinson, Gabriel Medina e Mineirinho.

Hockey Hall of Fame – Toronto, Canadá
Localizado em Toronto, o hall da fama do hóquei reúne algumas réplicas dos mais importantes troféus conquistados por times canadenses da modalidade no gelo nas últimas décadas. Além disso, uma comissão de ex-jogadores, dirigentes, técnicos e entendidos do esporte se reúne todos os anos para eleger aa serem eternizados nas paredes do museu.
Uma pista de gelo, que simula uma partida de hóquei de verdade, é uma das atrações mais divertidas. Nela, o participante pode se arriscar a ser o goleiro defendendo tiros da versão robotizada de Wayne Gretzky, maior jogador do esporte da história.

Museu do Futebol – São Paulo, Brasil
O esporte oficial do Brasil não poderia ficar de fora. Localizado no piso térreo do Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, o Museu do Futebol SP é um dos mais frequentados do país.
A exibição é distribuída em 15 salas temáticas e, de forma interativa, explica como o esporte chegou ao país e se tornou parte da história e cultura brasileira. A Sala dos Gols apresenta jogadas e gols extraordinários que se passaram em território nacional. Já a Sala do Rádio celebra narrações memoráveis.

Museum Schumacher – Colônia, Alemanha
Em abril de 2018 será inaugurado o Museum Michael Schumacher, que reunirá o acervo do heptacampeão de Fórmula 1. A vida do ex-piloto será narrada por meio de seus objetos pessoais, sua extensa coleção de automóveis e das máquinas pilotadas pelo craque.
O espaço ainda contará com um hotel temático, restaurantes, salas de conferências e eventos e teatro. O museu, que deve atrair mais de 100 mil visitantes por ano, terá entrada gratuita. Serão expostos 20 carros usados por Schumacher – entre eles, os sete com os quais foi campeão mundial.

Museu Olímpico – Lausanne, Suíça
Interativo e moderno, o Museu Olímpico na Suíça é um dos pontos mais visitados. Narrando as histórias dos Jogos Olímpicos contemporâneos e da antiguidade, possui um acervo de mais de 10 mil peças – tochas olímpicas, medalhas, mascotes de todas as edições, maquetes dos estádios, ginásios e vilas, uniformes, equipamentos e muito mais.
O Olympic Park, que apresenta versões menores de pistas olímpicas, caixas de areia e campos de futebol também faz parte da atração e faz a alegria da criançada.

Museu Pelé – Santos, São Paulo
Localizado nos antigos casarões da cidade de Santos, que foram reconstruídos para acomodar a instituição, o Museu Pelé foi inaugurado em 2014, como parte dos eventos da Copa do Mundo, visando narrar e eternizar a trajetória bem-sucedida do Rei do Futebol.
Em uma área de 4.134m² e um acervo que compreende 2.545 itens, a exibição é repleta de fotografias, chuteiras, camisas, troféus, taças e outros objetos relacionados à história de Pelé, bem como recursos tecnológicos que auxiliam as exposições que integram o museu. Os visitantes também podem se divertir com os painéis interativos cobrando pênaltis virtuais, tendo a velocidade de seus chutes computadas.
NB Press Comunicação