Ministros do Turismo do G20 se reúnem na Argentina para um pacto pelo emprego

Brasil
Anúncios

Representantes da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e do Ministério do Turismo estiveram presentes no encontro de ministros do Turismo do G-20 e da 18ª Cúpula do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, na sigla em inglês), nesta terça-feira (17), em Buenos Aires. Na ocasião, foi assinada a carta “O Futuro do Trabalho” que aborda o papel de liderança do turismo no desenvolvimento sustentável e na condução da geração de empregos.
O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, que junto aos outros representantes do G-20, se reuniu com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, ressaltou que a expectativa é que o Brasil passe de 6,6 milhões de turistas internacionais, em 2017, para 12 milhões, em 2022.
“Estamos trabalhando em uma importante agenda de reformas em nosso País. Especificamente no turismo, conseguimos duas grandes vitórias recentemente: a aprovação do trabalho intermitente e a implantação de vistos eletrônicos para atrair turistas de países prioritários. Agora trabalhamos para aprovar o projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional que prevê a transformação da Embratur em agência, a abertura total de capital estrangeiro das empresas aéreas e a modernização da Lei Geral do Turismo. Todas essas medidas farão o Brasil dar um salto não só em sua participação no mercado mundial de viagens, mas também no desenvolvimento de sua economia e, principalmente, na geração de empregos”, afirmou Lummertz.
Estimativas da WTTC indicam que até 2028 o PIB de viagens e turismo crescerá 2,6%. Atualmente, de cada dez empregos um é criado pelo turismo. No Brasil, o setor emprega sete milhões de pessoas.

Ministros do Turismo do G-20 junto com o presidente da Argentina.
[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=AbFcYBqBLCM[/embedyt] Assessoria de Comunicação da Embratur