Assustado, evento necessário para a vida cultural de João Pessoa

Destaque Eventos Culturais

O Assustado da jornalista Ruth Avelino, a cada sexta-feira em que é realizado, se consolida como um dos lugares com direito a apenas diversão. O evento musical teve início há 18 anos e não parou mais. A proposta do encontro continua a mesma: reunir os amigos e os amigos dos amigos para curtir músicas das décadas de 60, de 70, de 80…
Nesta sexta-feira (05), no restaurante panorâmico do Clube Cabo Branco, o Assustado continuou mostrando que está na agenda das pessoas de bom gosto e que querem apenas se divertir.
Nesta noite, vimos pessoas de todas as idades, mas, principalmente, acima dos 50 anos. Todos encontraram um espaço democrático, com direito a se divertir sem pudor, sem vergonha, sem a preocupação de ser apontado ou ridicularizado.
Vi senhores e senhoras voltando à adolescência, dançando, rindo, compartilhando felicidade, um momento mágico.
Talvez Ruth Avelino não imaginasse que o seu Assustado durasse tanto tempo assim e, mais do que nunca, se transformasse em um evento necessário para a cena cultural de João Pessoa, abrindo uma lacuna das noites do começo do final de semana, principalmente, para que tem acima dos 40 anos.
Sim, havia muitos jovens que, apesar da idade, curtem, e muito, as músicas do passado e que não estão na pauta das casas de shows ou bares da cidade, que preferem músicas que não combinam com o público do Assustado.
Que o Assustado continue com essa força por muito tempo.
[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=LzTAzzriBYs[/embedyt] Fábio Cardoso