Areia abre a Rota Cultural Caminhos do Frio, que segue por nove cidades da Paraíba até setembro

Destaque Paraíba

A Rota Cultural Caminhos do Frio começa nesta segunda-feira (01), em Areia. O projeto chega à sua 14º edição e a expectativa do Fórum Turístico do Brejo paraibano é de que cerca de 200 mil pessoas circulem pelas nove cidades que estão inseridas na programação que seguirá até 1º de setembro – um crescimento estimado de 20% em relação ao evento do ano passado.

A Rota Cultural, criada com dificuldade e desconfiança dos gestores públicos, representa atualmente uma fonte de geração de emprego e renda, possibilitando a abertura de novos empreendimentos nos segmentos hoteleiro e comércio, além de movimentar a cena cultural, valorizando os artistas da terra, a criatividade dos artesões e culinária, além de incentivar o empreendedorismo.

Nessa edição, segundo o presidente do Fórum, Sergerson Silvestre, a Rota Cultural fará uma homenagem ao centenário de Jackson do Pandeiro. Durante um dia, todos os municípios promoverão atividades alusivos ao artista, filho da cidade de Alagoa Grande, que guarda em um memorial uma grande parte do seu acervo durante a trajetória artística, como vídeos, roupas, instrumentos e reportagens.

Sergerson Silvestre destaca a importância da Rota Cultural como um fator que se transformou em um divisor de águas para o desenvolvimento da atividade turística da região. Já existia um movimento de turistas na região do Brejo, aponta o executivo, mas o Caminhos do Frio abriu a possibilidade para que alguns municípios de passagem das cidades mais conhecidas da região pudessem apresentar seu potencial, juntando cultura, gastronomia e roteiros imperdíveis, que estavam invisíveis a todos.

Não existem dados concretos, mas durante os anos de realização da Rota Cultural, muitos pequenos empreendimentos foram surgindo, assim como algumas atividades profissionais. Sergerson cita Serraria, que passou a promover uma feirinha gastronômica mensal, e não apenas uma semana por ano, durante a Rota. “Temos informações do surgimento de algumas pousadas, restaurantes, quiosques, que foram sendo abertos ao longo desses anos”, disse.

A abertura de vagas temporárias também tem sido uma marca positiva para a economia da região na esteira do projeto cultural. O presidente do Fórum Turístico confirma que muitos empreendimentos hoteleiros e do comércio contratam mão de obra para a semana. Segundo ele, são pequenos empreendedores que reforçam o quadro de pessoal para atender a demanda maior de turistas.

Abertura. A cidade de Areia dá início à rota cultural às 19h30, no tradicional Colégio Santa Rita. A Orquestra Vó Maria, o artesanato, a feira gastronômica e os shows de Rejane Ribeiro e Niedson Lua fazem parte do primeiro dia do evento. O projeto teve início em 2005 na cidade de Bananeiras.

Marca Destino Brejo. Uma das novidades para este ano é a marca Destino Brejo, criada pelo Sebrae Paraíba que traz um destaque para o turismo e a cultura da região Brejo paraibano. O projeto apresenta os principais atrativos turísticos de cada cidade que integra o roteiro.

Para o presidente do Fórum de Turismo, o evento tem sua importância também na congregação da riqueza cultural que o projeto traz para os municípios participantes, “um evento rico em oficinas e atividades culturais que protagonizam uma semana cheia de atividades nos municípios”.

Durante o período de realização da Rota Cultural Caminhos do Frio, a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) vai divulgar os principais roteiros turísticos do Destino Paraíba e, paralelamente, fazer uma pesquisa qualitativa junto aos turistas sobre o evento, a qualidade dos serviços prestados e ouvir sugestões para a melhoria do projeto. A informação é da presidente da autarquia, Ruth Avelino, e do diretor de Marketing, Luciano Lapa.

No sábado, a Central Móvel de Informações Turísticas vai estar presente em Areia. Isso vai ocorrer em todos os finais de semana nas cidades que integram a Rota Cultural. Paralelamente, uma equipe de técnicos do Cadastur, órgão responsável pelo Cadastro dos Prestadores de Serviços do Ministério do Turismo, vai aplicar uma pesquisa qualitativa junto aos turistas que visitarem as cidades que integram a rota.

De acordo com a coordenadora do Cadastur, Maria Belizário, o objetivo é conhecer o perfil do turista que participa do evento. “Também iremos reforçar a importância do cadastro dos prestadores de serviços turísticos que atuam naquela região”, afirmou.

O diretor de Marketing da estatal de turismo informou que durante o período das atividades culturais, gastronômicas e artísticas da rota cultural, a unidade móvel vai estar presente em todas as 09 cidades que integram o roteiro”. “Estaremos em Areia, depois em Pilões, Matinhas e Solânea no mês de julho. Depois iremos cumprir a programação geral do evento”, explicou o diretor.

Van da PBTur será utilizada para divulgar principais roteiros da Paraíba

A Van. A Central Móvel de Informações Turísticas da PBTur entrou em funcionamento em 2011 e está instalada em uma van adesivada com imagens dos principais atrativos turísticos do Estado e conta com equipamentos de informática, projetor de imagens, tela de projeção, caixas de som com mesa, dois notebooks, DVD, mesas e cadeiras. “O equipamento vai atender os turistas estiverem nas cidades participando da rota cultural ou mesmo de passagem”, explica a presidente da PBTur, Ruth Avelino.

Veja as cidades, datas e como acessar toda a programação:
01 a 07 de Julho – Areia
08 a 14 de Julho – Pilões
15 a 21 de Julho – Matinhas
22 a 28 de Julho – Solãnea
29 de Julho a 04 de Agosto – Serraria
05 a 11 de Agosto – Bananeiras
12 a 18 de Agosto – Remígio
19 a 25 de Agosto – Alagoa Nova
26 a 01 de Setembro – Alagoa Grande

Acesse ao portal do Destino Brejo e confira toda a programação da Rota: www.brejoparaibano.com.br .

Fábio Cardoso, com PBTur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.