Pandemia do coronavírus provoca queda de quase 50% no movimento de passageiros no Aeroporto de João Pessoa

Destaque Paraíba

O movimento de passageiros (embarque e desembarque) no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, registrou uma queda de 49,8% de janeiro a agosto deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados constam do relatório feito pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) com informações das companhia aéreas (https://www.anac.gov.br/assuntos/dados-e-estatisticas/mercado-de-transporte-aereo/consulta-interativa).

Os dados negativos ilustram a perda que todo o setor de turismo no mundo tem sofrido assim que foi decretada a pandemia no coronavírus, o que resultou no cancelamento de mais de 90% dos voos, de e para, qualquer parte do mundo. A maoria dos aviões teve que ficar parados nos aeroportos. Apenas uma malha aérea essencial (pré-pandemia) apontou 59.124 voos mensais, 14.781 semanais em 106 cidades brasileiras.

Nos primeiros oito meses de 2020, o aeroporto Castro Pinto recebeu 445.148 passageiros, contra 888.057, no ano passado. É bem verdade que o ano não parecia muito animador, pois nos meses de Janeiro e Fevereiro já se apuravam quedas no movimento, de 11,3% e 6%, respectivamente. A partir de Março, com a pandemia, os dados despencaram. Em Abril, a queda foi de 91,3%. Para um aeroporto que em Março havia registrado um movimento de 81.233 passageiros, esse número despencou para apenas 8.475, em Abril.

As quedas registradas em Maio a Agosto se mantiveram acima de 80% (Maio e Junho) e de 70%, em Julho. Em Agosto, a queda continuou acima de 50%, porém, em relação ao número de passageiros, já se percebe uma pequena e animadora melhora. Mais de 40 mil pessoas cruzaram os portões do aeroporto Castro Pinto em Agosto, contra pouco mais de 90 mil no mesmo período em 2019.

No ranking dos aeroportos do Nordeste, o Castro Pinto aparece em sétimo como o mais movimentado de Janeiro a Agosto deste ano. Recife (2.628.314), Salvador (2.135.258) e Fortaleza (1.830.277) foram os únicos três aeroportos que bateram a barreira de 1 milhão de passageiros. O Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, atendeu 38.227 passageiros, ficando em 17º no ranking dos equipamentos instalados no Nordeste.

De Abril a Agosto deste ano, quando se deu o início dos cancelamentos de voos em todo o mundo, o aeroporto Castro Pinto registrou um momento de 103.33 passageiros, contra 482.665 no mesmo período do ano passado, com queda de 78,6%. Atualmente, até Agosto, o aeroporto paraibano estava situado em 5º no ranking dos equipamentos instalados no Nordeste em maior movimentação de passageiros.

Gol lidera em número de passageiros

Em relação às companhias aéreas que operaram no aeroporto Castro Pinto, a Gol Linhas Aéreas Inteligentes foi a que apresentou maior número de passageiros transportados de Janeiro a Agosto deste ano. Foram 232.110 contra 412.707, no ano passado, uma queda de 43,8%. A Latam Brasil registrou queda de 43,5%, tendo atendido 275.532 passageiros, em 2019, contra 155.770, em 2020. A Azul registrou queda de 42,6%, com atendimento de 99.836 passageiros (2019), contra 57.264, em 2020.

Voos internacionais ainda sem perspectivas

Apesar do Governo Federal ter liberado a entrada de passageiros vindo de outros países pelos portões dos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande, desde esta quinta-feira (24), é improvável que a Paraíba receba algum estrangeiro vindo por meio de avião este ano.

Antes da pandemia do coronavírus, a Gol mantinha um voo direto e regular, aos sábados, ligando Buenos Aires, na Argentina, a João Pessoa. Porém, nos três primeiros meses do ano, os dados não eram muito animadores. Apenas 383 passageiros haviam desembarcado vindos da capital argentina – Janeiro (167), Fevereiro (199) e Março (17). A partir de Abril o voo foi cancelado, assim como ocorreu em todos os voos internacionais.

Conforme uma fonte da companhia aérea ouvida pela reportagem, dificilmente esse voo será retomado ainda em 2020. Entretanto, ela não soube informar se realmente será retomado efetivamente a partir da melhoria dos casos de coronavírus no mundo. Esse voo teve início em julho de 2017, em parceria da Gol com o Governo do Estado, que concedeu redução de ICMS que incide no combustível de aviação.

Passageiros/Castro Pinto
Mês              2019                2020                Queda
JAN              172.411                152.874             11,3%
FEV               114.627               107.708             6%
MAR              118.954              81.233                31,7%
ABR               96.910                8.475                  91,3%
MAI               88.658               10.538                88,1%
JUN               91.825                14.645                84,1%
JUL                112.142               28.514               74,6%
AGO               92.530                41.161                55,5%

Fábio Cardoso

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!