Praias do Piauí e do Ceará terão primeiro empreendimento brasileiro temático de kitesurf afiliada à RCI

Brasil
http://datagridti.com.br/wp-content/uploads/2021/12/datagridtiBanner.gif

Dezembro marcará a abertura do Kiteland Maramar (PI). O empreendimento é o primeiro da rede Kiteland, que conta com outra unidade já em construção em Barra Grande, também no Piauí, e que tem previsão para a região de Flecheiras, no Ceará, destinos escolhidos por integrarem a famosa Rota dos Ventos, que reúne kitesurfers (profissionais e/ou amadores) de todo o mundo.

Resultado da sociedade entre o empresário Robert Guimarães, proprietário da construtora e incorporadora RCG, e o atleta e apresentador de TV Fernando Fernandes, o Kiteland Maramar tem 60 apartamentos, valor geral de vendas (VGV) de R$ 22 milhões e acaba de confirmar sua afiliação à RCI, líder mundial em líder mundial em serviços de viagens para a indústria da propriedade compartilhada.

“O Kiteland é um projeto ousado e cheio de inovação, desde sua concepção, passando pelos serviços que oferece e até sua comercialização. Exatamente por isso, tem total sinergia com a indústria da propriedade compartilhada, de modo geral, e com a multipropriedade, em particular. Para nós é um orgulho ser parte de um projeto tão inovador no Brasil”, diz Fabiana Leite, líder de Operações da RCI Brasil.

Projeto de multipropriedade configurado como um grande resort-condomínio, o Kiteland Maramar tem 60 apartamentos distribuídos em 15 blocos (alguns com dois, outros com quatro unidades). Além da infraestrutura padrão de cofres, secadores, frigobar, TV a cabo, todos os apartamentos têm duas suítes, cozinha, sala e varanda distribuídos em 64 metros quadrados (térreo) e 130 metros quadrados (rooftop com SPA e churrasqueira privativos). Complementarmente, tem um apoio beira-mar que inlcui, entre outros, escola de kite e diversos serviços de suporte focados no esporte.

“O projeto surgiu no início de 2019, quando trabalhávamos (na incorporadora) com imóveis de praia e resolvemos segmentar nossa atuação”, diz o empresário Robert Guimarães, complementando que “a construção começou imediatamente à confirmação do projeto e, ainda que tenha havido uma mudança de velocidade graças ao impacto da pandemia, no primeiro semestre deste ano, estamos em entregar a primeira unidade ainda este ano”.

A primeira sala de vendas do Kiteland Maramar acaba de ser inaugurada no Shopping Poti, em Teresina, com previsão de abertura de outras três ainda este ano, nos estados do Piauí e do Ceará. “Este projeto nasceu, em sua concepção, para ser comercializado a partir de lojas físicas. Mas ele foi lançado em abril e, desde então, nós temos comemorado o sucesso da venda 100% online, com a comercialização de 80 a 100 cotas por mês desde então e o que demandou, inclusive, dobrar nossa equipe de atendimento”, diz Sérgio Falquer, sócio-diretor da comercializadora Case, reforçando que “este é um grande case para nós e sabemos que ele só foi possível graças a quatro fatores principais: a beleza do produto, em si; seu ineditismo com o fato de ser multidestinos, o que potencializa o intercâmbio interno; a parceria com a RCI e, claro, um pensamento estratégico associado à muita dedicação do nosso time”.

A outra unidade já confirmada na primeira fase do projeto é o Kiteland Barrinhas, em Barra Grande (PI), que tem soma 66 apartamentos em 33 blocos. A rede também tem previsão de chegar até a região de Flecheiras, no Ceará.

Comunica Hub – Relações Públicas e Comunicação 360