Júnior Cordeiro lança sexta-feira sétimo disco que sairá também em LP 180g

Eventos Culturais

Nos primeiros segundos da próxima sexta (15) a sétima aventura sonora do músico, cantor e compositor paraibano Júnior Cordeiro vai estar disponível em todas as plataformas digitais de música. Fruto de uma quarentena mais do que criativa e produtiva, o artista lança #CâmaraEco que também vai chegar no nostálgico e elegante formato LP 180g.

O disco é um marco temporal, brinda os 15 anos de carreira de Júnior. Além da novidade do LP 180g (que vai chegar em edição limitada a partir de fevereiro), o público e fãs vão encontrar nas 13 faixas a sua já conhecida alquimia de Hard Rock e Rock Progressivo/Psicodélico com brasilidades, sobretudo o baião (desta vez incluindo o samba como elemento surpresa). O conjunto musical da obra não abre mão das letras ácidas que se aliam, mais uma vez, aos fortes e pesados riffs de guitarra e ponteios de viola nordestina, sempre com a maior naturalidade possível.

O álbum é um grande apanhado filosófico sobre pós-modernidade líquida e globalizante, enfocando temas como narcisismo e individualismo atual, além de alguns temas políticos e sociológicos, vindo a brindar 15 anos de carreira do artista.

Segundo o artista, o título vem, jocosamente, encabeçado pelo sinal de cerquilha (#), e assim deve ser lido (e entendido). “A ironia parte da premissa de que, num mundo cada vez mais virtualizado e “virtualizante”, onde o universo das redes ordenam as interações sociais de indivíduos cada vez mais fechados em suas “zonas de conforto” e ouvindo apenas os ecos de suas próprias vozes, a cerquilha ganha uma importância nos discursos diários de pensamentos e ações como a validá-los para ganharem força e abrangência”, filosofa.

Filosofia e misticismo permeiam mesmo a obra de Júnior Cordeiro, também conhecido no meio musical como Bruxo do Cariri Velho. Com #CâmaraEco, essa inclinação não ficaria de fora. Essas temáticas se apresentam como fios condutores na capa, cujo número 7 está presente, e em mensagens subliminares nas letras. Uma jornada no campo da criação musical que centraliza o pensamento do artista na direção de apontar aberrações no comportamento humano onde se evidencia a dependência do mundo virtual e o extremo consumo.

Confirna o preview:

 Já é possível conferir trechos das músicas de #CâmaraEco antes do álbum ficar completamente disponível à meia noite da sexta, dia 15. O link abaixo é também o caminho para ouvir e baixar o trabalho através das plataformas digitais preferidas:

https://xn--jniorcordeiro-3nb.hearnow.com/c%C3%A2maraeco?fbclid=IwAR07CBucUdWEi-TyzsZT6I5NujlOnKqUFrD2BMaQYgpt4u6nNa2cBV7lBEc

Assessoria de Imprensa – Michelle Souza