Inauguração em João Pessoa: com cada vez mais adeptos, veganismo chama atenção de empreendedor paraibano

Paraíba
http://datagridti.com.br/wp-content/uploads/2021/12/datagridtiBanner.gif

Primeira rede de franquias de restaurantes veganos do Brasil, o Açougue Vegano chega à João Pessoa no próximo mês como realização de um sonho do advogado criminal Paulo de Lucena e de sua esposa, a enfermeira Fabiane Lucena. O consumo e interesse por alimentos totalmente livres de origem animal vem aumentando cada vez mais. No Brasil, embora não exista, ainda, uma pesquisa específica sobre o tema, empresários do setor consideram que houve um salto de 40% no consumo de produtos veganos nos últimos dois anos.

Segundo uma pesquisa de 2018 do Datafolha, 60% dos brasileiros demonstraram interesse em reduzir o consumo de carne e 73% sentiram falta de informações sobre como elas são produzidas. E uma outra, realizada pelo Ibope, revelou que houve um crescimento de 75% – entre 2012 e 2018 – de pessoas que se declararam vegetarianas nas grandes regiões metropolitanas, como São Paulo e Rio de Janeiro. São fatores  como esses que contribuem para que novos negócios desse nicho sejam criados, já que, em um mercado em ascensão, a concorrência ainda é baixa, tornando o empreendimento ainda mais promissor.

Foi o que mais chamou a atenção de Paulo, que há cerca de seis anos estudava possibilidades para se tornar empreendedor no segmento da alimentação. “Para nossa região, especificamente em João Pessoa, tínhamos a certeza de que seria bem aceito, principalmente por ter conceito, algo muito presente nos produtos e no serviço do Açougue Vegano”, comenta.

Criada em 2016 pelos sócios Celso Fortes e Michelle Rodriguez, à época, estudantes de gastronomia, a ideia sempre foi derrubar preconceitos e estigmas de que a comida vegana não tem sabor e que, além disso, não precisa ser cara. A ideia deu tão certo que, atualmente, 58% dos clientes são flexitarianos – que não aboliram totalmente produtos de origem animal, mas se preocupam em reduzir o consumo -, e o restante são vegetarianos e veganos.

A loja funcionará no espaço gourmet do Shopping Manaira e as opções do cardápio são a coxinha de jaca, premiada pela SBV -Sociedade Brasileira Vegetariana-, os espetinhos de soja, feijoada vegana, entre outros pratos como strogonoff, picadinho e até moqueca de banana da terra. Para refeições mais rápidas, há lanches como hamburguer e hot vegan, versão cuja salsicha é à base de soja. Vale experimentar também alguns dos produtos que vêm na versão congelada, para consumo em casa. As delícias poderão ser consumidas no local ou pelo delivery, via Ifood.

Atualmente, a rede de franquias conta com seis unidades: uma em Campinas e outra na capital paulista e as demais na cidade do Rio de Janeiro. Ainda para esse ano, o plano é vender mais 20 franquias, com abertura de pelo menos 15 delas. As modalidades de investimentos da rede são quiosque, loja e o mais recente formato lançado: pocket, um modelo itinerante, ideal para eventos e espaços de lazer sazonais, como festivais de música. Com crescimento de 70% em 2020, cujo faturamento foi de mais de 1,4 milhão, a perspectiva é faturar R$ 10 milhões em 2021.

Markable Comunicação