Arquitetas paraibanas projetam nova casa do campeão olímpico Ítalo Ferreira

Cotidiano Destaque
http://datagridti.com.br/wp-content/uploads/2021/12/datagridtiBanner.gif

Um refúgio para recarregar as energias, rever a família, contemplar a natureza e se reunir com amigos. Assim é a casa do surfista e medalhista olímpico Ítalo Ferreira, uma residência de frente para o mar de Baía Formosa, a 90Km de Natal, capital do Rio Grande do Norte, onde ele não esconde ser seu lugar favorito no mundo. Para uma ampla reforma e sem causar grandes impactos no entorno, o atleta escolheu um escritório paraibano para tornar seu lar ainda mais bonito, confortável e aconchegante. As arquitetas Lara Costa e Vivianne Fechine, da LV Arquitetura, assinam o projeto de retrofit da residência, totalmente personalizado, que agrega seu lugar de morada aos resultados da sua carreira. 

O estilo de vida do surfista foi a inspiração para o projeto, que respeitou seu estilo de vida, totalmente ligado à natureza, e que valoriza os momentos íntimos com amigos e família. “Ítalo tem uma personalidade bem marcante, é um atleta extremamente dedicado, tem o surf como eixo de tudo na sua vida e valoriza muito estar rodeado da família e dos amigos. Nós reunimos essas informações e elencamos os pontos principais como norte para a concepção do projeto explica Lara.

Segundo o próprio Ítalo, o aconchego e o conforto são suas fontes dentro de sua casa para recarregar as energias entre uma competição e outra. “Antes das Olimpíadas do Japão, Ítalo passou meses viajando, longe da família e dos amigos e estava com bastante saudade de casa. A nossa responsabilidade para entregar a primeira etapa do projeto aumentou ainda mais, pois sabemos da importância do seu lar na vida pessoal e profissional e sabíamos como a casa nova iria proporcionar um gás a mais para Ítalo continuar os treinos e viajar pra Tokyo ainda mais motivado”, conta Lara.

Pedidos e referências

A fachada se manteve ampla, mas ganhou um pavimento. No térreo áreas comuns, quarto de hóspedes, lavabo, cozinha, sala de jantar e sala de TV. No primeiro pavimento, espaço TV, ambiente gourmet, lavabo, memorial do atleta e a suíte do surfista, um ambiente mais intimista. Para o novo cliente, que é jovem e despojado, as arquitetas optaram por um moodboard neutro, contemporâneo, fresco e bastante aconchegante. Na decoração, puffs, poltronas e um amplo sofá, também imprimem a personalidade jovial e despojada do atleta.

A ideia foi inserir elementos que remetessem à vida praiana, um pedido especial do atleta. “Utilizamos texturas nas paredes que representam a areia, pedras naturais e seixos em alguns revestimentos, além de trazer com muita força vegetações. Nosso propósito é fazer com que ele se sinta conectado à praia e ao mar, lugar em que ele mais se sente em paz”, detalha Lara.

Inicialmente, a reforma seria apenas para o levantamento do primeiro piso da casa de 549,46 m², em que vive o medalhista e a família. A ideia foi construir o pavimento superior para acomodar o quarto e proporcionar mais privacidade ao cliente, além de permitir a visibilidade dos picos de surf do próprio cômodo, sem precisar sair de casa. “Sentimos a necessidade de reformar o térreo para integrar toda a casa, valorizando a consonância dos ambientes. As particularidades do cliente e o estilo arquitetônico adotado para o projeto nos impulsionaram a propor a reforma de maneira mais completa para que o resultado final fosse uniforme e possuísse a mesma leitura”, completa Vivianne Fechine.

A arquiteta conta que, antes da reforma, havia apenas um quarto interno e dois na área externa. “Era algo que impossibilitava receber visitas de maneira confortável e acolhedora, como também interferia diretamente na sua privacidade. Com isso, o primeiro pavimento que abrigaria apenas o quarto foi ampliado para um ambiente mais reservado e intimista para que o atleta pudesse usufruir de um espaço completo, como se fosse uma casa exclusiva”, completa.

A proposta foi manter a planta ampla e integrada, por isso, não há muitas paredes dividindo os ambientes. “Um dos desejos iniciais do Ítalo foi integrar a suíte ao restante do quarto. A vista leste se cruza com a horizontalidade e a visão infinita para o mar, por isso, utilizamos grandes esquadrias de vidro para não barrar a incrível vista direta para o mar”, conta a arquiteta. Outro pedido do atleta foi uma academia mais reservada. “Ele nos deixou bem livres para desenvolver o projeto, mas um espaço para se exercitar mais intimista foi uma exigência para não ser um ambiente exposto”, comenta a arquiteta.

Espaços que orgulham

Trazer a história do medalhista para a casa foi um dos principais pontos observados por Lara e Vivianne na concepção da casa do campeão. “Em nossa primeira visita técnica, percebemos que a casa girava em torno de seus títulos. Antes da reforma, os troféus e medalhas ficavam na sala expostos em cima de uma mesa, na intenção de serem a primeira coisa a ser vista quando alguém entrasse na residência”, lembra Lara.

Com o novo projeto, a exposição ficou ainda mais valorizada. Os títulos que fazem parte da história dele e que representam momentos inesquecíveis da carreira ganharam um palco no pavimento superior.  “Centralizamos a estante e projetamos de forma que fosse possível enxergá-la de todos os ângulos da casa. A estante ‘abraça’ o lavabo e se conecta com o home da televisão, tornando-o ainda mais imponente”, ressalta a arquiteta. Além da estante especial de troféus, pranchas e quadros com fotos compõem a decoração dos ambientes, com momentos exclusivos de Ítalo, no mar e nas premiações.

Outro local que precisou de um olhar especial, a pedido do atleta foi a suíte. “Criamos um banheiro completamente fora dos padrões, sem divisórias e com vista infinita para o mar. Trouxemos com muita força a natureza para dentro da suíte, com o uso dos revestimentos de pedra e o jardim vertical. A área da bancada se tornou local de destaque, buscamos inserir um espelho e torneira que saem do teto e são sustentadas por um tubo de metal, que dá a impressão que estão flutuando”, detalha Vivianne.

Para as arquitetas, é gratificante ter a oportunidade de fortalecer a relação do surfista com suas raízes por meio da Arquitetura. “A casa tem um significado muito especial para ele e é fruto de todo o trabalho e muita história. Somos felizes por receber o convite e poder compartilhar a nossa experiência profissional em um projeto que tanto representa para o nosso cliente e será palco de marcos especiais na vida pessoal e profissional, realizando um sonho de toda a família”, diz a arquiteta.

Sobre a LV Arquitetura – Lara Costa e Vivianne Fechine são sócias do escritório LV Arquitetura, criado em 2020. As jovens paraibanas se conheceram por meio do esporte em 2006, época em que fizeram parte da Seleção Paraibana de Nado Sincronizado. Ao longo de 15 anos, a amizade se fortaleceu ao escolherem a Arquitetura como formação. O escritório da LV Arquitetura fica localizado na Av. Olinda, 598/Sl 305, em Manaíra. Para acompanhar as novidades, o instagram é o @lvarquitetura_ . Para orçamentos e mais informações, o e-mail é o contatolvarq@gmail.com

Vivas Assessoria & Comunicação