Turismo Religioso constitui categoria do 20º Prêmio Caio

Destaque

O aumento da relevância do Turismo Religioso, no mercado brasileiro de eventos, é crescente. Círio de Nazaré; Dia de Iemanjá; Festas Juninas; Festa do Divino; Visita ao Santuário da Aparecida; Semana Santa; Corpus Christi; Marcha para Jesus; Caminhos da Fé; Festa da Boa Morte; Paixão de Cristo estão entre os eventos consagrados.

A categorização do Turismo Religioso na grade de conteúdos da 20ª edição do Prêmio Caio faz parte do trabalho de curadoria de Andreia Nakane, Marisa Canton e Vanessa Martin. Coube a elas a tarefa de definir, com maior clareza, o enquadramento dos cases nas diversas categorias, tendo por referência as normas da ABNT e subsídios obtidos junto a entidades como Ampro, Abrace e Abracef.

Sergio Junqueira Arantes, CEO da Eventos Expo Editora e idealizador do Prêmio Caio, lembra que o certame mantém a média de 63 categorias há mais de uma década. “O sistema de enquadramento que desenvolvemos e adotamos é bem recebido pelo nosso mercado, por ser mais enxuto que outras premiações internacionais. Este ano teremos 56 categorias, o FIP (Festival Internacional de Promoção), na Argentina, possui cerca de 150 categorias. E a premiação do IFEA (International Festivals and Events Association), em Idaho, EUA, possui quase 200 categorias”, esclarece Arantes.

Andreia Nakane integra a equipe de curadores do Prêmio Caio

Seguem abertas, até 15 de agosto, as inscrições para a 20ª Edição do Prêmio Caio. Empresas interessadas devem acessar a nova plataforma digital responsiva, com ferramentas ainda mais amigáveis e disponíveis no mesmo site (www.premiocaio.com.br). De acordo com o regulamento, não há limite para inscrições de cases por categoria. A cerimônia de premiação será no dia 10 de dezembro de 2019, no Centro de Convenções Expo Center Norte, em São Paulo.

AMIgo! Comunicação Integrada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.