22 prefeitos deixam o PSB da Paraíba por falta de diálogo, mas ignoram Operação Calvário

Cotidiano Fábio Cardoso
Anúncios

Vinte e dois prefeitos paraibanos anunciaram nesta sexta-feira (31) a saída dos quadros do PSB. A decisão decorrendo, segundo os gestores, os últimos acontecimentos envolvendo a legenda, principalmente “a falta de diálogo e o processo antidemocrático adotado para mudança da direção estadual.”

Após a reunião, os prefeitos divulgaram uma carta aberta reafirmando permanecer no atual projeto comandando pelo governador João Azevêdo. “Seguimos com o projeto político que ajudamos a construir, que é encabeçado por um governador que teve 58,18% dos votos dos paraibanos, eleito já em primeiro turno”.

O grupo aguarda ainda a decisão de João Azevêdo, sobre a filiação partidária para acompanhá-lo. “Seguimos com o projeto político que ajudamos a construir, que é encabeçado por um governador que teve 58,18% dos votos dos paraibanos, eleito já em primeiro turno”, afirmaram.

O que chama atenção na carta e nos discursos é que os prefeitos ignoram o resultado da Operação Calvário, que apura denúncias de corrupção na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho, acusado de comandar uma ‘quadrilha’ que vinha desviando dinheiro da Saúde e Educação. Tanto o ex-governador como os seus ex-secretários e alguns prefeitos já foram presos – alguns estão em casa por força de habeas corpus concedidos na Justiça. A maioria continua em presídios.

O prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, destacou a união dos gestores que aguardam, agora, uma definição do governador para definir a nova legenda. “Não existe espaço vazio e nem mandatário em cima do muro. Por isso, decidimos por deixar o PSB”, destacou.

Para Fernando Naia, prefeito de Rio Tinto, não havia mais condições de permanecer no PSB depois da falta de diálogo e decisões antidemocráticas adotadas. “Estamos deixando o partido por não concordar com diversas práticas estabelecidas pela direção da legenda. Por isso seguimos os outros companheiros nessa desfiliação “, disse.

Já o prefeito de Juripiranga, Paulo Dália, disse que a decisão coletiva se dá por acreditar que o governador João Azevêdo vai colocar em prática um projeto de construção da Paraíba. “Vamos seguir o governador justamente por acreditar que o nosso estado vai se desenvolver ainda mais com a sua administração”, observou.

Guilherme Madruga, prefeito de Cuitegi, afirmou que a iniciativa de anúncio coletivo acontece diante da realidade do PSB atualmente. “Nos filiamos por acreditar que teríamos voz é que a legenda estaria pronta para fazer a Paraíba crescer, mas infelizmente não vimos isso. Dessa forma, vamos buscar um novo caminho”, garantiu.

Por fim, os prefeitos lembraram que um partido político é também instrumento de transformação e a sua construção deve ser feita de forma coletiva. “Seguimos com o projeto que lutamos para virar realidade e que vem promovendo mudanças importantes no nosso estado. Aqui, somos todos Paraíba!”, concluíram.

Assinaram a carta os prefeitos:

Derivaldo Romão dos Santos – Prefeito de Pedras de Fogo

Evilazio de Araujo Souto – Prefeito de Tenório

Fabio Tyrone Braga de Oliveira – Prefeito de Sousa

Flavio Roberto Malheiros Feliciano – Prefeito de Sapé

Francisco Mendes – Prefeito de São José de Piranhas

George José Porciuncula Pereira Coelho – Prefeito de Sobrado

Gervásio Gomes dos Santos – Prefeito de Bernadino Batista

Guilherme Cunha Madruga Junior – Prefeito de Cuitegi

João Batista Truta – Prefeito de Barra de São Miguel

José Benício Araujo Neto – Prefeito de Pilar

José Fernandes Gorgonho Neto – Prefeito de Rio Tinto

José Nivaldo de Araújo – Prefeito de Umbuzeiro

José Paulo Filho – Prefeito de Santana dos Garrotes

Kleber Fernandes de Medeiros – Prefeito de Junco do Seridó

Lucildo Fernandes de Oliveira – Prefeito de Damião

Lucio Flavio Araujo Costa – Prefeito de Itabaiana

Marcelo Sales Mendonça – Prefeito de Lucena

Maria Eunice do Nascimento Pessoa – Prefeito de Mamanguape

Paulo Dália Teixeira – Prefeito de Juripiranga

Ricardo Pereira – Prefeito de Princesa Isabel

Thiago Marcone Castro da Rocha – Prefeito de Cabaceiras

Valdinele Gomes Costa – Prefeito de Cacimba de Dentro

Fábio Cardoso, com assessoria de imprensa