American Airlines celebra o Mês da Mulher e opera voo com tripulação totalmente feminina

Aviação Cotidiano

Como parte do Mês da Mulher, que celebra as contribuições, lutas e conquistas das mulheres no mundo todo, a American Airlines promoveu um voo composto por uma equipe exclusivamente feminina. O voo AA2808, conduzido por um Boeing 787, voou do Aeroporto Internacional de Miami (MIA) para o Aeroporto Internacional Dallas Fort Worth (DFW) na segunda-feira (8), no Dia Internacional da Mulher.

Da esquerda para a direita: Purser Jena Hopkins; As comissárias de bordo Daphne Yanez, Jacy Harris, Viola Bronson e Sandra Manzari; Primeira Oficial Christine van den Brink; Cap. Linda Pauwels; Comissárias de bordo Stephanie Price, Sylvia Hayward e Sonia Adams.

Além da tripulação, todos os demais colaboradores encarregados das operações e serviços – desde o check-in até o carregamento da carga para a controladora de tráfego aéreo, responsável por fornecer a autorização do voo para a partida – eram mulheres. As colaboradoras da American Airlines também se destacaram na equipe de apoio ao voo no Centro de Controle Integrado da companhia aérea em Fort Worth, Texas.

O voo AA2808 foi liderado pela capitã Linda Pauwels, profissional de grande importância e protagonismo feminino em meio à carreira de piloto de aeronaves comerciais, historicamente dominada por homens. “Tantas mulheres talentosas quebraram barreiras na aviação, de Beverley Bass a Willa Brown e Bonnie Tiburzi, abrindo um caminho para mim e minhas colegas na American Airlines. Queremos, portanto, que jovens mulheres e meninas que desejam se tornar aviadoras ou trabalhar na indústria aérea saibam que seu sonho está ao nosso alcance e que gênero, raça e etnia não são uma barreira. A diversidade de nossa equipe nos dá força e experiência para oferecer o máximo cuidado aos nossos clientes que voam conosco de todos os cantos do mundo”, disse Linda.

A história e carreira de Linda é inspiradora. Em 1988, se tornou a capitã mais jovem da companhia em um Boeing 707 cargueiro. Em 2000, se tornou a primeira capitã hispânica da American Airlines em um McDonnell Douglas MD-80 e, em 2015, a primeira mulher hispânica da companhia a ser piloto de verificação. Linda agora é responsável por treinar pilotos no Boeing 787.

A primeira tripulação feminina a fazer parte de um voo da American Airlines posa ao lado de sua aeronave Boeing 727 após a chegada ao Aeroporto Internacional de Dallas / Fort Worth em dezembro de 1986. De pé, da esquerda para a direita: Primeira Oficial Tracy Prior, Capitão Beverly Bass e Primeira Oficial Terry Clairidge. Ajoelhadas estão as comissárias de bordo Sally Houston, Beverly Donawa, Nancy Hayth e Alice Chedister.

Além de seu trabalho diário de voar e treinar pilotos da American Airlines nos mais altos padrões, Linda é autora de uma série de livros chamada Beyond Haiku: Pilots Write Poetry. Atualmente Linda trabalha em sua obra mais recente, que inclui haicais (forma curta de poesia japonesa) e poemas escritos por pilotos mulheres. Os recursos arrecadados pela venda dos livros financiam bolsas de estudo destinadas a ajudar jovens mulheres que sonham com uma carreira na aviação, mas que enfrentam dificuldades financeiras.

Voo histórico

 

Em 1986, uma equipe de pilotos e comissárias de bordo da American Airlines fez história ao operar o primeiro voo dos Estados Unidos tripulado por uma equipe composta apenas de mulheres. O ato foi muito comemorado no Dia da Mulher, logo antes de sua partida em Miami.

A American Airlines tem orgulho de comemorar as contribuições permanentes das mulheres à empresa e às suas comunidades, compartilhando o trabalho vital que fazem para tornar a American a melhor companhia aérea do mundo.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!