Conselho Nacional de Turismo pressionará por autonomia da Embratur

Brasil

Os integrantes do Conselho Nacional de Turismo (CNT), atendendo a um apelo do ministro Marx Beltrão, do Turismo, definiram nesta terça feira (15) que farão uma grande e ofensiva junto aos deputados e senadores para a aprovação de projetos que interessam o desenvolvimento do setor, entre eles o projeto de lei que propõe a transformação da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), atualmente uma autarquia, em um serviço social autônomo.
“Estou pedindo ajuda por que é preciso convencer o Congresso. Peço a cada um de vocês que atue politicamente no sentido de aprovar esses projetos, em especial a modernização da Embratur”, falou o ministro aos conselheiros que estavam em Brasília para a 49ª reunião do CNT.
Diversos conselheiros se manifestaram de forma contundente a favor da transformação da Embratur em uma agência nos moldes da Apex-Brasil. Com essa mudança, proposta através de um projeto de lei do governo que está pronto para ser votado na Câmara, será possível a Embratur receber recursos de outras fontes que não seja o orçamento da União. Poderá, ainda, celebrar convênios, fazer acordos com empresas privadas e contratar agentes no exterior para fazer a promoção do Brasil por todo o mundo.
“Tenho certeza de que todos aqui entendem a importância desse projeto para o futuro do Turismo brasileiro. Estamos falando de tirar do gesso uma entidade que pode, com recursos adequados, trazer os turistas estrangeiros que vai ajudar a gerar os empregos que nosso País tanto precisa”, comentou Vinicius Lummertz, presidente da Embratur.
Além do projeto que transforma a Embratur em agência, o Congresso analisa outro que propõe a possibilidade de abertura de 100% do capital das companhias aéreas para investidores estrangeiros. Também está para ser votada a nova Lei Geral do Turismo.

Conselho Nacional de Turismo
O CNT é um órgão colegiado com a atribuição de assessorar o ministro de Estado do Turismo na formulação e na aplicação da Política Nacional de Turismo e dos planos, programas, projetos e atividades derivados. Sua formação é composta por representantes do governo federal e dos diversos segmentos do turismo. O Conselho é hoje integrado por 70 conselheiros de instituições públicas e entidades privadas do setor em âmbito nacional.
A próxima reunião será em outubro deste ano.
Assessoria de Imprensa da Embratur – Fotos:  Roberto Castro/MTur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.