Moradores iluminam pista de aeroporto com farois de carro para pouso de avião com Amado Batista

Aviação Cotidiano
Anúncios

Um dos pilotos da equipe do cantor Amado Batista, que se apresentou na noite deste domingo (12) em Jequié, Sudoeste da Bahia, mobilizou moradores da cidade para irem ao Aeroporto Vicente Grillo iluminar a pista com carros e motos e só assim conseguir pousar a aeronave bimotor (prefixo PT-RSP) que transportava três pessoas da produção do cantor.

O pouso arriscado ocorreu cerca de três horas antes da apresentação do cantor, que chegou a Jequié por volta das 16h de domingo em outra aeronave e não teve problemas no pouso. Apesar de ser um pouso de risco, a aeronave seguinte também conseguiu chegar ao solo sem maiores problemas.

O fato, contudo, chamou a atenção em Jequié, cujo aeroporto não possui balizamento noturno, o que possibilitaria o pouso noturno. Consultada pelo CORREIO, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que investigará o caso para avaliar se o piloto da aeronave que pousou à noite cometeu alguma irregularidade.

Na manhã desta segunda-feira (13), um advogado do cantor Amado Batista procurou a Polícia Civil para prestar esclarecimento sobre o caso. O delegado Moabe Macedo Lima, titular da 1ª Delegacia, disse que foi instaurada ocorrência não delituosa e que não há nada a ser investigado pela Polícia Civil.

“Se tiver algo a ser feito, será por parte da Anac ou da Polícia Federal. O que o piloto fez foi registrar uma oitiva na polícia, diante de um delegado, para depois encaminhar esse documento à Anac”, disse Lima. “O que teve, aparentemente, foi um pouso arriscado que gerou apreensão em muitas pessoas”.

O cantor Amado Batista foi visto na manhã desta segunda conversando com policiais civis no aeroporto Vicente Grillo, e logo depois foi fotografado dentro da aeronave que realizou o pouso noturno, na espera do retorno do piloto da delegacia local.

A Anac – Agência Nacional de Aviação Civil anunciou que irá abrir uma sindicância para apurar as circunstâncias do pouso do avião em que estava o cantor. Conforme o resultado dessa investigação, o piloto corre o risco de ser multado e até mesmo de ter a licença cassada, além de ter a aeronave apreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *