Governo faz primeira reunião de negócios em São Paulo para atrair resorts para o Polo Turístico

Destaque Paraíba

O governador da Paraíba, João Azevêdo, se reúne nesta terça-feira (12) com um grupo de empresários do setor hoteleiro de grande porte e resorts, em São Paulo, na primeira reunião de negócios que visa negociar a implantação de equipamentos no Polo Turístico do Cabo Branco. O encontro deve reunir cerca de 50 empresários, que terão a oportunidade de conhecer os principais pontos do edital lançado pelo Governo na semana passada.

A expectativa do Governo é de que haja um investimentos de R$ 355 milhões na ocupação dos cinco primeiros lotes colocados à disposição no edital de chamamento público, e que o início da construção das primeiras unidades comece a partir de 2020. As empresas ou grupos interessados em obter um dos cinco lotes, deverão apresentar a proposta até 45 dias após a publicação do edital no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, a expectativa de bons resultados nessa primeira rodada de negociações é grande, por São Paulo ser o foco da economia brasileira e pela ação de informar aos empresários sobre o que está acontecendo na Paraíba. O encontro desta terça-feira conta com apoio da Associação Brasileira de Resorts, que tem em seu quadro associativo 53 dos mais importantes resorts do Brasil.

O secretário afirmou que o novo edital foi estrategicamente lançado para ter o menor impacto possível na ocupação dos hotéis já estabelecidos em João Pessoa. “Eram oito lotes e decidimos lançar apenas cinco para reduzir esse impacto. É óbvio e inegável que o impacto vai acontecer e o mercado é que vai saber direcionar esse momento, que é gradativo. É uma questão de mercado e as oportunidades têm que ser dadas”, pontuou.

Feliciano admitiu que o momento é de crise, mas acredita que no mercado hoteleiro cabe todo mundo. “João Pessoa vai se tornar uma potencialidade turística com os resorts e todos começarão a ganhar ao longo do tempo. É um produto diferente, não temos resorts, precisamos dele para que toda a cadeia cresça”.

A comitiva paraibana é composta, além do governador e do secretário de Turismo, pelos presidentes da Cinep, Rômulo Polaria, e da PBTur (Emnpresa Paraibana de Turismo), Ruth Avelino.

Fábio Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *