Paraíba cria comissão em defesa e valorização do Forró

Paraíba

Músicos, jornalistas, compositores, parlamentares, pesquisadores e produtores culturais com atuação na Paraíba criaram uma comissão em defesa e valorização do Forró. A polêmica sobre a perda de espaços nas principais festas juninas e na programação nas emissoras de rádio foi a tônica do Fórum do Forró de Raiz, evento realizado na semana passada em João Pessoa. O Fórum contou com a participação de mais de 80 pessoas, que decidiram lançar uma campanha nacional de valorização do forró.
Durante o debate, vozes ecoaram sobre as imensas dificudades que esse ritmo está vivendo para se perpetuar. Todos ressaltando a importância do Forró como um das mais representativas formas de expressão da identidade nordestina. Existem dificuldades enfrentadas para a manutenção desse gênero nos meios de comunicação, especialmente nas rádios, e dos obstáculos enfrentados pelos forrozeiros para dar continuidade ás suas carreiras.
Muitas pessoas expressaram também a preocupação com a perda de espaço do forró nas festas de São João para gêneros musicais da moda e a contínua dificuldade de inserção nas programações dessas festas.
Para enfrentamento dessas dificuldades, os presentes formularam um conjunto de propostas para a valorização do forró, a serem trabalhadas pelo Fórum. Uma delas é a constituição de um movimento pela defesa e valorização do forró com vistas ao registro como patrimônio imaterial brasileiro. Outra ação diz respeito a um encontro nacional a ser realizado no final deste ano, em João Pessoa, para debater sobre o forró, seus ritmos, a dança, os lugares e as referências culturais com fins de promoção e divulgação. Ao final do evento, foi constituída uma comissão para dar andamento às deliberações do encontro.

Compuseram a mesa de abertura os artistas Flávio José, e Ton Oliveira, o secretário estadual de cultura, Lau Siqueira, Márcia Albuquerque (Iphaep), os deputados estaduais Anísio Maia e Estelisabel Bezerra, os vereadores Marcos Henriques e Sandra Marrocos, o jornalista Fernando Moura (Museu de Arte Popular da Paraíba/UEPB), o representante do Nuplar/PRAC/UFPB, Henrique Sampaio e a Coordenadora do Fórum de Forró de Raiz, Joana Alves. Foram registradas as presenças do ativista cultural e ex-diretor de Cultura Popular da Funjope, Emilson Ribeiro, do produtor do Troféu Gonzagão – Ajalmar Maia, da Diretora de Cultura Popular da FUNJOPE – Francisca Liduína e da representante da iniciativa Forró e Tango na Paraíba, Evangelina Etchebest.
Dentre os participantes, estiveram presentes prestigiando o Fórum os artistas Beto Brito, Adeildo Vieira, Júnior Limeira, Maestro Chiquito, Damião (Forró Caçuá), Haruê Tanaka (Flor Mimosa), Jáder (os Fulanos), Inácio (Regionais do Forró), Tiziu e Mola (Três do Norte), entre outros importantes artistas.
Redação com Assessoria de Imprensa

0 thoughts on “Paraíba cria comissão em defesa e valorização do Forró

  1. O Fórum Forró de Raiz vem fazer uma justa correção na publicação do dia 10 de julho no site http://WWW.turismoemfoco.com.br sob o título “Paraíba cria comissão em defese e valorização do Forró . Queremos manifestar o nosso imenso agradecimento ao Deputado Luíz Couto, grande baluarte na defesa dos direitos humanos bem como defensor da nossa cultura, que foi um apoiador de primeira hora, colocando o seu mandato a inteira disposição do Fórum e participando diretamente em conversas com os poderes públicos a fim de ajudar essa Organização em suas lutas. Nesse sentido, informamos que foi registrada a presença no Encontro do Fórum Forró de Raiz na noite de terça-feira, 4 de julho, do representante do Deputado Luiz Couto, Cícerro Gregório Legal, demonstrando que o mandato segue como firme defensor do forró e das manifestações culturais identitárias dos paraibanos. Por oportuno, registramos a presença no referido encontro dos artistas Adilson Medeiros, José Honorato, João Machado de Araújo, Haniel Carvalho, Tadeu Patrício, João Nicodemos e o Professor Dr. André Piva do CCTA/UFPB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.