Ministro de Relações Exteriores diz que há mais de 6 mil brasileiros tentando retornar ao Brasil

Destaque Paraíba
Anúncios

O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou neste domingo (22), em entrevista na CNN Brasil, que o governo federal está tomando providências para repatriar os brasileiros que estão retidos em diversos países do mundo. Pelas contas dele, há pelo menos seis mil brasileiros no exterior espalhados em todos os continentes, mas a maior parte deles na Europa. Cerca de três mil já estão no Brasil, ou retornando, como um grupo que saiu neste domingo do Marrocos, na África.

O ministro confirmou que tem recebido críticas de vários brasileiros, que estão enviando vídeos com depoimentos dramáticos pelas redes sociais, como um veiculado no Turismo em Foco, onde há um grupo de 165 brasileiros que estão retidos em Cuzco, no Peru.

Ao contrário do que disseram no vídeo, Ernesto Araújo afirmou que o governo tem dado assistência por meio de embaixadas e consulados. Ele admitiu que alguns desses órgãos possam estar fechados, mas os funcionários podem ser contatados por telefone e que há orientação no site do Itamaraty, onde os brasileiros podem preencher um formulário online dando informações de onde estão.

Para tratar da repatriação dos brasileiros, foi criado um Gabinete de Crise Consular. Ernesto Araújo disse que tem negociado com todas as companhias aéreas para montar uma logística para repatriar todos os brasileiros, mas não deu prazo para que todos estejam no Brasil.

Segundo ele, além das companhias aéreas, esse transporte depende de negociações com os países onde estão os brasileiros. “Queremos tirar todos os brasileiros no menor tempo possível, o mais rápido possível”, enfatiza.

Pelos dados do ministro, há brasileiros no Peru (609), Cancun (1,4 mil), Inglaterra (2 mil), Guatemala (42), Argentina (200), Equador (133), Curacao (144).

Fábio Cardoso, com CNN Brasil