Artista plástico desabafa, e diz que não fez uma ‘obra do demônio’

Fábio Cardoso

O artista plástico Marcos Pires postou em suas redes sociais um desabafo sobre uma de suas obras que provou uma série de protestos e muita polêmica e que chegou a ser chamada de ‘pombas da Beira-Rio’, numa alusão à prática do candomblé. A reação popular e a coincidência das obras de reurbanização do local onde ela estava instalada resultado, erroneamente, na interpretação de que ela havia sido retirada por apelos populares.

Marcos Pinto enfatiza que a obra, então instalada no girador do final da avenida Beira-Rio, foi ‘maldosamente’ chamada de ´pombas da Beira-Rio’, como se houvesse alguma relação com pombas. Se tivesse, segundo ele, seriam ‘pomba da Paz’. “A política escrota e cheia de má-fé a apelidou na época da campanha com tremenda barbaridade”, afirma o artista plástico.

Ele enfatiza, que a escultura, recentemente retirada pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, para ser relocada para outro local ainda indefinido e sem data para que isso aconteça. “Foi um presente da Construtora Holanda, cuja sede é ali no girador, ao fazer 40 anos em nossa cidade, como uma forma de retribuição ao carinho recebido durante todo esse tempo dessa cidade”, aponta.

Segundo Marcos Pinto, a “política destroi coisas belas, quando deveria construir. E uma mídia cria factóides, tentando destruir sonhos e realizações. Passei um ano fazendo aquela obra, quando, na época da política, um monte de gente foi lá quebrar a minha escultura que ainda não estava terminada. Levei uma pedrada na cabeça que ainda hoje tenho a marca dos pontos”.

“Fui salvo pelos meus ajudantes, de uma ira raivosa e destruidora tal qual o Talibã, com uma multidão ensandecida movida e guiada por um senhor com uma cruz chamado “Mário da Cruz”, que ali foi com um megafone gritando: “Vamos destruir uma obra do demônio”! Em desespero, expliquei que se tratava de “uma obra de Deus! As marcas emocionais doem muito. Desculpem o desabafo, mas as minhas ‘Aves de Arribação’, uma Obra de Deus, está o seguindo seu destino e em breve pousarão em outro local. Estou só esperando uma definição final do Sr. Prefeito Luciano Cartaxo.”

Fábio Cardoso

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

1 thought on “Artista plástico desabafa, e diz que não fez uma ‘obra do demônio’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.